Dungeon Defense Volume 1 – Capítulo 2 (Parte 1) – Um diabo entra no palco

Dungeon Defense Volume 1 – Capítulo 2 (Parte 1) – Um diabo entra no palco

Dungeon Defense: Volume 1 – Capítulo 2 (Parte 1)
Capítulo 2 (Parte 1) – Um diabo entra no palco

O teto desabou.

Uma enorme rocha caiu bem na minha frente.

“Mas o quê…!”

Eu rapidamente me recompus.

Instintivamente dei um passo para trás, porém, com um baque, bati minhas costas em algo. Era uma parede.

Cautelosamente examinando meus arredores, percebi que estava numa caverna completamente escura.

Eu já cheguei a ver uma caverna de estalactites durante uma viagem escolar. Pelo que consigo ver, o teto de agora é 2-3 vezes mais alto do que daquela caverna. É tão alto que mal consigo ver o topo. Não consigo imaginar o quão longe devo estar da entrada da caverna.

“…”

Acalmei minha respiração.

Por que estou aqui?

Como cheguei até aqui?

Mentalmente ouço uma sirene. Minha cabeça esfriou instantaneamente. Isso acontece para que eu consiga me recompor sempre que me encontrar em situações inesperadas.

Isso é por causa do trauma que experienciei quando mais novo.

Eu fui sequestrado três vezes. As memórias dessas vezes abriram meu crânio forçadamente para enchê-lo com água fria como gelo, como se estivesse dizendo para não me desesperar.

‘Não grite’, isso apenas irritará os sequestradores.

‘Diga coisas para você mesmo calmamente’, assim poderá confirmar a situação.

Procedimentos de conduta escritos como um manual.

Como uma força especial seguindo ordens enquanto enfrentam terroristas, minha consciência, mais do que de bom grado, seguirá as instruções encravadas na minha memória.

“…eu estava sentado na minha sala até um momento atrás…e usando o computador. Eram sete da noite. Bebi duas latas de cerveja. Comi cup ramen de janta…”

Aos poucos, minha respiração se acalmou.

Não havia problemas com minhas memórias.

Significa que, pelo menos, isso é um sequestro sem o uso de drogas.

[Não há drogas.]

Isso já demonstrou que estou numa situação favorável. Significa que o sequestrador tem intenção de conversar comigo.

É por isso que o sequestro quando estava no terceiro ano do primário foi sério. O único motivo era para me ter fisicamente. Eu tive que ficar calado incondicionalmente. Sem razão alguma…

“Certo. Próximo…”

Chequei meus sensos.

Em ordem; visão, olfato, audição, paladar e tato.

Sem me apressar, tive de garantir que meus sensos estavam funcionando apropriadamente.

“Aparento estar em uma caverna. Definitivamente uma caverna. Está bem escuro. Não parece que minha visão piorou. Pedra, papel, tesoura…”

Mexi minha mão para fazer formas.

Consegui ver as formas apropriadamente.

Bom. Minha visão está sem problemas.

O problema era olfato.

“…!”

Um cheiro nojento nauseante.

O cheiro de sangue me rodeava.

Provavelmente porque me encontrei em um ambiente não familiar, mas não tinha percebido o cheiro. Agora que percebi, esse cheiro revoltante está tão intenso que já passou das minhas narinas e chegou no meu cérebro.

“Isso é…”

Um cheiro que senti três ou quatro vezes na minha vida.

Um cheiro que não queria sentir novamente. O cheiro de sangue e intestinos.

Cadáveres estavam espalhados por toda a caverna.

Haviam cadáveres humanos que estavam inchados como se tivessem afogado, corpos com garganta cortada, e até mesmo corpos com a coluna torcida.

“Eugh…euuk…”

Se essa caverna fosse uma dessas exibições de arte, então o conservador definitivamente seria um sadista completamente pervertido. Como se estivesse triunfantemente mostrando que humanos podem morrer de várias maneiras. O fato que a caverna estava escura era o único consolo, já que dificultava a visão dos cadáveres.

“Esse lugar é para supostamente ser o mistério do corpo humano…? Que droga.”

Eu tenho que sair daqui o mais rápido possível.

Dou um passo com meu pé direito e— cai.

Meu tornozelo está quebrado.

O osso inteiro está quebrado. Não era algo como uma simples entorse.

“Bosta.”

Eu acidentalmente soltei um xingamento. Tive que concluir que não posso andar nem correr. A dor não era ordinária. Se o sequestrador se aproximasse agora, seria impossível de escapar. Talvez tenham quebrado meu tornozelo propositalmente. Deixando medidas de segurança. Provavelmente é por isso que não usaram drogas.

“Haa.”

Eu sentei na derrota.

Eu desapontadamente tomei cheque-mate.

Porque eles sequestram alguém como eu, é algo que não entendo.

“…eu deixei toda a fortuna com meus irmãos. Se fosse há dois meses, até talvez, mas não há motivos para me sequestrarem agora.”

Com certeza não pretendem me usar como refém para ameaçarem meus irmãos.

Tolice. Não sei quanto a outras pessoas, mas quem está atualmente liderando nossa família é minha segunda pequena meia-irmã. Ela consegue administrar com compostura, porém, não tão bem quanto eu. Você se dará mal se subestimar minha irmã só porque ela é nova.

“Haaa…”

Só consigo suspirar se for para pensar quem pode estar por trás disso.

Há suficiente pessoas no mundo que querem se vingar de mim. Surpreendentemente também há indivíduos que ainda ressentem meu pai, mas desejam descontar em mim alternativamente. É por isso que queria ter certeza de conseguir limpar minhas mãos de tudo.

Foi então aí que ouvi uma voz apressada vindo do outro lado da caverna.

“Achei ele!”

“O Lorde Demônio está aqui!”

Lorde Demônio.

Era um título que absolutamente não tinha nada a ver comigo.

Por alguma razão, essa voz estava se referindo a mim.

Estou confuso. Fui chamado de demônio uma quantidade considerável de vezes durante minha vida, mas é a primeira vez que me chamam de Lorde Demônio. Talvez seja um tipo de código secreto.

“Fique aí!”

“Mova um pouco e estará morto!”

As pessoas vieram como lobos.

Os homens estavam segurando armas brancas como facas e machados. É impossível eu não estar perplexo com isso. Joguei ambos meus braços para o alto.

“Eu me rendo!”

“Para baixo, seu bastardo!”

Sem qualquer aviso, o outro homem pegou minha cabeça e me jogou contra o chão. Eles permaneceram violentos mesmo depois de dizer que me rendi.

“Arg…”

Uma rocha no chão afiadamente cortou minha bochecha.

“Fique de cabeça baixa! Fique assim até dissermos o contrário!”

Eu quase gritei de dor, mas consegui me segurar.

Barulheira irrita sequestradores. Durante um sequestro, você não deve gritar mesmo se estiver em dor.

3º ano do fundamental; eu não sabia de nada e continuei chorando. Depois de apanhar até cinco de meus dentes quebrarem, aprendi a ficar em silêncio.

Silenciosamente.

Educadamente.

Pode parecer estúpido, mas essa é a atitude apropriada para se ter com um sequestrador.

“Peguei ele! Riff de Jalsen capturou um Lorde Demônio!”

“Óó. Nosso grande e elegante capitão, Riff. Você não está planejando em pegar toda a recompensa, não é?”

Os homens começaram a conversar em excitação.

Eu segurei minha respiração e escutei as conversas.

“Claro que não. Dividirei igualmente entre todos. Keke.” (NT:ㅋㅋㅋ = kekeke, equivalente do nosso KKK)

“Olhe para isso. Este Lorde Demônio se parece com uma lagarta.”

“Ele fica bem com a cabeça no chão. Vamos matá-lo logo.”

“Como assim, matá-lo? Ainda há coisas que não perguntamos.”

Alguém me chutou de lado.

Não foi um chute sério, mas deixou de ser bem doloroso.

“—mas só para prevenir, deveríamos quebrá-lo.”

“Amigos! Vamos espancar o Lorde Demônio até virar um pedaço razoável de carne!”

Violência sem misericórdia.

Dez pessoas estavam me chutando. Eu desesperadamente aguentei meus gritos. Mais de 5 minutos se passaram até os chutes começarem a parar.

“Muito bom. É o suficiente.”

“Pessoal. Nosso elegante chefe disse para parar.”

“Keke.”

A violência finalmente parou.

Enquanto respirava pesadamente, um dos homens falou comigo como representante.

“Bom, honorável Lorde Demônio. Há uma coisa que desejamos lhe perguntar. Onde está todo o dinheiro deste castelo? Para lhe dizer a verdade, nós da aldeia estamos realmente precisando de dinheiro.”

Como esperado, fui sequestrado por causa de dinheiro.

Espera, eles estiveram usando palavras que não estou familiarizado. Isso é algo que preciso confirmar. Há a possibilidade deles terem me confundido com alguém.

“O que vocês querem dizer com ‘Lorde Demônio’…?”

Ao abrir minha boca, soltei um gemido. Meus lábios estavam dilacerados.

“Bom. Muito bom.”

O homem insinuou.

“Você ainda consegue mostrar tal natureza mesmo depois de apanhar tanto. Uma excelente postura. Keke. Eu não desgosto desse tipo de coisa, honorável Lorde Demônio.”

Com uma dura mão, o homem agarrou meu cabelo.

“Arg…”

Eu fui obrigado a levantar meu rosto.

Fiz contato visual com o homem diante de mim.

O homem se encurvou para frente e estava me olhando por cima. Seu rosto estava completamente coberto de barba marrom. Um cogumelo que cresceu em um banheiro público e que não foi lavado por mais de 5 anos, é isso que sua barba parecia. Simplificando, assustadoramente sujo.

“Mas meus amigos aqui não têm tanta paciência como eu.”

“…no que posso te ajudar?”

“Vossa Excelência. Não desejamos usar violência sem sentido.”

Isso é convincente.

“Ao invés de ficarmos gastando energia, vamos negociar. Nos diga onde está o tesouro e não mataremos Vossa Excelência imediatamente. Não mutilaremos seus braços e pernas. E, claro, não mutilaremos seu precioso chifre também. Pense com cuidado. Na verdade, somos nós que estamos perdendo.”

“Sim, uma grande perda!”

Eles tiveram um ataque de risadas.

Era uma risada de pessoas que passaram dificuldade na vida.

Eu esperei o ambiente se acalmar antes de falar novamente. Sempre com cortesia. Tenha certeza de não irritá-los.

Fiz uma pergunta.

“Me desculpe, mas o que você quer dizer com chifre?”

“Hah? O que você está perguntando?”

O homem colocou sua mão na parte de trás da minha cabeça.

“Disto. Estou falando disto.”

O homem agarrou alguma coisa na minha cabeça. Deveria ter apenas cabelo. Ali, algo estava ligado até o meu crânio.

Eu senti a parte de trás da minha cabeça.

Definitivamente havia algo duro ali.

O formato é como o homem disse, de um chifre.

“…”

Isto.

O que poderia ser esta criação?

De olhos vazios, com um olhar pasmo.

Não me diga.

Antes de ser sequestrado, não, antes de perder a consciência. Eu estava respondendo o questionário de um jogo no meu computador.

Ao abrir meus olhos nesta caverna, ouvi uma voz tênue… Estou certo de que sussurrou ‘O tutorial começará agora’. Eu tinha ignorado porque pensei que era algo sem sentido vindo de um sonho.

O homem me chamou de Lorde Demônio. Realmente há algo como um chifre ligado na parte de trás da minha cabeça…

Jogo. Tutorial. Lorde Demônio.

Essas três palavras apontaram uma possibilidade.

Felizmente ou infelizmente, minha mente rapidamente chegou numa conclusão.

“Agora. Vossa Excelência, Lorde Demônio Dantalian. Te perguntaremos apenas mais uma vez.”

Não consigo aceitar essa possibilidade.

O senso comum, experiência, e conhecimento que ganhei pela minha vida completamente negavam minha conclusão. Porém, como se estivesse rindo da minha fuga da realidade, um alarme tocou.

-piin~

Palavras brancas apareceram no meio do ar.

 

[1. Aceitar a oferta do aventureiro capitão Riff.]

[2. Declinar a oferta do aventureiro capitão Riff.]

 

“…”

Eu estava sem palavras.

Prova inegável apareceu na minha frente.

“Aceitará nossa oferta? Ou morrerá aqui? Uou. Você não vai conseguir escolhas tão boas como essas. Keke. Apresse-se e escolha, ó honorável Lorde Demônio.”

O homem deu uma risada de mau gosto. Tinha certeza que o homem não conseguia ver as palavras flutuantes.

Então é assim

Então é assim

…então é assim.

Meu monólogo continuou e ecoou na minha sumindo consciência.

Como um ator que esqueceu suas falas no estágio e continuou repetindo sua última fala.

Mordi meus lábios. O gosto de sangue espalhou-se pela minha boca. O gosto vividamente em bruto retornou minha consciência à realidade. Em minha frente estava um barbárico homem com um largo sorriso em seu rosto.

Querendo ou não—

Sou um Lorde Demônio no mundo de Dungeon Attack.

Minha cabeça esfriou.

Como se o fluxo do tempo estivesse lento.

“A resposta do Sr. Lorde Demônio está um certo lenta.”

Eu examino o homem que acabou de falar.

Não é apenas este homem que deixou de barbear. As outras pessoas ao nosso redor também tinham barba. Talvez seja normal para estes homens não barbearem.

‘Suas roupas são antigas.’

‘Bem antigas.’

‘Para ser preciso, acerca de 400 anos.’

Aproximadamente na época que Henrique IV de França vigorosamente lutou contra os Romanos Católicos, eu acredito. As roupas são similares com as vestidas pelas pessoas durante as Guerras Religiosas Francesas. São roupas que deveriam ter sido enviadas diretamente para um museu, mas não importa o quanto eu olhasse para estes homens, eles não pareciam serem empregados de um.

“Você realmente está planejando em não responder?”

Situações que não podiam ser entendidas até que explicado por presunções. Por exemplo, como se um fenômeno misterioso fosse finalmente explicado pelas leis da física.

“Ei, Vossa Excelência Dantalian.”

Lorde Demônio Dantalian.

Essas pessoas estão me chamando de Dantalian.

Esse era um nome de um Lorde Demônio que aparecia em Dungeon Attack.

No total, há 72 Lordes Demônio que aparecem naquele jogo. Dentre esses, Dantalian era ranqueado 71º. Essa era sua proximidade do último lugar. Proporcionalmente, seu nível também era miseravelmente baixo. Aliás, ele era um monstro lixo criado para iniciantes.

Até mesmo uma pessoa jogando um jogo de computador pela primeira vez conseguiria derrotá-lo na primeira tentativa.

Se eu fosse comparar com outro jogo, então ele seria como um coelho nos campos para iniciantes. Você conseguiria derrotar o coelho se soubesse ao menos como clicar com seu mouse. Dantalian era o mesmo.

…outra coisa.

Depois da primeira tentativa, Dantalian não aparece mais no jogo. Ele foi removido em caso de irritar os jogadores.

Imagine falar para um guerreiro nível 20 ‘Volte para o campo para iniciantes e cace um coelho’. Seria um tédio. Dantalian era um coelho que você não queria perder seu tempo matando de novo.

E, se estou certo, estou possuindo o corpo desse Dantalian.

“…”

Sinto um gosto amargo na minha boca.

Como escapar das mãos desses aventureiros?

Eu fui capturado por humanos. Neste ritmo provavelmente serei decapitado ou levado à cidade e executado. Não importa quanto eu pense, só consigo pensar em BAD ENDS.

Eu poderia proclamar ‘Não sou o Dantalian!’, e ainda ficaria agradecido se ao menos recebesse uma risada.

Eu não posso depender das habilidades do Lorde Demônio Dantalian.

Deixe-me refrasear.

Eu só posso depender de minha própria habilidade para superar esta situação.

“Se você está testando minha paciência…”

“O tesouro está em Minlakdong.”

Assim me decidi.

 
▯Aventureiro, Saqueador Medroso, Riff Hoffman
Calendário do Império: Ano 1505, Mês 4, Dia 4
Castelo do Lorde Demônio Dantalian

Saqueador Riff.

Esse era meu apelido.

Eu não caço demônios mesmo sendo um aventureiro, mas, ao invés disso, saqueava outros aventureiros. É assim que consegui meu apelido. Bem, deixe-os me chamarem do jeito que quiserem.

As pessoas que honradamente caçam demônios são os idiotas, não são?

Aqueles que vivem habilidosamente neste mundo são aqueles que se beneficiam.

Usando senso comum, pessoas que lutam contra monstros como orcs e goblins são idiotas. Estou dizendo isto seriamente e sinceramente.

Viver uma vida não sincera e se tornar um cadáver, ou viver uma vida sincera e se tornar um saqueador covarde. Se eu posso escolher entre ambos, então obviamente escolherei o segundo. Se ainda escolheria o segundo se eu morresse e reencarnasse? Não vou morrer.

Keke.

De qualquer maneira, luz finalmente reluziu nessa minha vida de saqueador.

Meio mês atrás, eu adquiri um mapa do Castelo do Lorde Demônio Dantalian. Fui sortudo. Tinha uma garota linda demais para ficar apodrecendo em um vilarejo qualquer. Pensei em estuprá-la só um pouco, mas, enquanto me mostrava mapa, ela suplicou ‘Lhe darei isso, então, por favor, me poupe.’. Ela era uma garota com um lindo cabelo ruivo.

Hm? Claro que estuprar virgens é errado.

Mas eu realmente gosto de fazer coisas más.

Eu já te disse.

Sou um saqueador.

Eu não só saqueio cadáveres de aventureiros, mas também a virgindade de todas as donzelas deste mundo. Pessoalmente, prefiro ser chamado de ‘Saqueador de Virgindade’. Algo como ‘O Saqueador de Virgindades’ aparenta ser um título legal. É legal porque tem um tom romântico.

Graças a este mapa, consegui reunir um monte de aventureiros aleatórios. Dantalian é um dos Lordes Demônio mais fraco, e provavelmente não há monstros no castelo. Se ao menos soubermos como encontrá-lo, o resto ficaria fácil.

Usamos um artefato que detecta energia mágica para procurar adentro da caverna. Vagamos pela escura caverna por cerca de quatro horas, mas nossos esforços não foram em vão. Nós conseguimos capturar o Lorde Demônio Dantalian. Incrível! Este mapa é para valer!

“Olhe para isso. Este Lorde Demônio se parece com uma lagarta.”

Meus companheiros estavam rindo enquanto seguravam o Lorde Demônio abaixado.

“Ele fica bem com a cabeça no chão. Vamos matá-lo logo.”

“Como assim, matá-lo?”

Eu fiz um olhar vulgar para a pessoa. É possível ganhar uma recompensa maior se capturar um Lorde Demônio vivo. E também, há algo que ainda não o perguntamos. Onde o tesouro está.

Ganhe qualquer informação que é possível obter. Isso é o senso comum.

Toda coisa em sua ordem. Espancaremos o Lorde Demônio, e o perguntaremos onde o tesouro está.

Mas este Lorde Demônio, suas reações eram estranhas.

Ele repentinamente encarava o nada, franzia suas sobrancelhas e apoiava o queixo como se estivesse pensando profundamente. O que é isso? Ele é um idiota? Eu vagamente lembrei que Lordes Demônio deveriam ser horríveis tiranos, mas o que é este ser patético?

Bem, já que ele é um ser patético que até alguém como eu consegue capturá-lo, não reclamarei. Amo seres patéticos. De boa vontade rejeitaria Lordes Demônio como Barbatos ou Paimon.

“A resposta do Sr. Lorde Demônio está um certo lenta. Você realmente está planejando em não responder?”

Eu dei uma risada baixa e dei um tapinha na bochecha do Lorde Demônio.

“Ei, Vossa Excelência Dantalian.”

Foi então.

“…”

Foi apenas por um mero momento, mas o Lorde Demônio estava com um olhar aterrorizantemente arrepiante.
Eu pisquei algumas vezes, e logo após fazer isso, o mesmo patético Lorde Demônio estava novamente à minha frente.

Hmm?

…estava vendo coisas?

Que seja. Tesouro. O tesouro é mais importante.

Vamos continuar pressionando este Lorde Demônio.

[Capítulo Anterior]           [Índice]           [Próximo Capítulo]