Dungeon Defense Volume 2 – Capítulo 2 – Éticas sobre caçar macacos

Dungeon Defense Volume 2 – Capítulo 2 – Éticas sobre caçar macacos

NÃO REVISADO! Sinta-se à vontade para apontar qualquer erro. A revisão acontecerá na criação do PDF.

 

Dungeon Defense: Volume 2 – Capítulo 2
Capítulo 2 – Éticas sobre caçar macacos

 

 

▯O Mais Fraco Lorde Demônio, Rank 71º, Dantalian
Calendário do Império: Ano 1505, Mês 9, Dia 10
Reino de Sardenha, Mercado de Escravos de Pavia

 

“Apenas duas pessoas?”

“Sim. Eu e minha esposa.”

“Hm. Aceitaremos 2 moedas de ouro pela tarifa de escolta.”

Passei 5 moedas de ouro para o mercenário e ele arreganhou largamente.

Havia um charme inesperado vindo do sorriso deste mercenário ausente de dois dentes frontais.

“Muito obrigado, Vossa Excelência. Nós mercenários lhe protegeremos com nossas vidas durante sua estadia aqui. Por favor, tenha um excitante dia com sua senhora. Eei, escolte este casal para o lugar deles! Certifique-se de que é da classe mais alta!”

“Entendido.”

Arredores de Pavia.

Mercadores de escravos levantaram tendas por toda a parte desta planície aberta.

Para prevenirem bandidos de pilhagem, soldados estão estritamente protegendo todo o mercado. Há 5 plataformas de vários tamanhos, aproximadamente 70 guardas, e tendas tão grandes que você facilmente poderia confundir com um acampamento militar se visto de longe. A maioria dos bandidos não teriam coragem de causar confusão neste mercado.

“Por aqui, Vossa Excelência.”

“Mm.”

Seguindo a orientação do homem, fomos para o centro do mercado.

Lapis Lazuli e eu estamos pretendendo sermos um casal jovem de mercadores. Nós primorosamente forjamos nossas identificações e nomes. Com isto, não teríamos que nos preocupar com nossas identidades verdadeiras sendo descobertas tão cedo.

O mercado de escravos estava fortemente emanando um ambiente sombrio e desanimado.

“Se mexa! Bando de lesma!”

“Elfos da neve aqui! Capturados diretamente das profundas montanhas nevadas do reino de Moscou! Por causa da ocasião especial, estarei exibindo-os de graça hoje. Por favor, venham dar uma olhada!”

“Te falei para andar mais rápido!”

De um lado, um guarda estava chicoteando e forçando um grupo de escravos a se mover. 6 homens escravos estavam acorrentados juntos em uma fila, e andavam para frente aos poucos. Me senti como se estivesse assistindo uma lagarta.

“Por favor, veja o quanto quiser. Ver é de graça!”

Do outro lado, uma elfa nua estava aprisionada por trás de barras de ferro. Um promotor de venda continuava falando o quão incrível seu ‘produto’ é enquanto apontando para os seios e costelas da elfa. Há várias pessoas reunidas ao redor da jaula, e até há crianças entre elas. Pequenas garotas estavam atravessando suas cabeças entre as barras e encarando a elfa despida.

Consigo ouvir suas conversas.

“Irmã, é verdade de que elfos conseguem viver bebendo apenas orvalho?”

“…”

“Uhm, não sei se ela consegue entender o que estamos falando. Não sei falar o idioma usado em Moscou também…”

“Dizem que elfos bebem sangue em bruto de crianças todo ano. É por isso que conseguem se manter bonitos por um ou dois séculos.”

“Seu idiota! Não minta!”

O grupo das garotinhas riu. A elfa suavemente sorriu enquanto assistia as crianças. Quando as crianças estenderam suas mãos, a elfa mais do que de bom grado estendeu seu braço para elas conseguirem tocar em sua pele. Embora o braço da elfa fosse fino e e fosse sobretudo ossos, as garotinhas estavam fazendo uma comoção como se estivessem tocando algo como ouro.

“Suas crianças safadas!”

O promotor de vendas levantou as crianças enquanto sinceramente rindo.

“Vocês não podem encostar no produto sem pensar desse jeito!”

Assisti até esse ponto e virei-me.

—Kuaaaaaaah……

O som das chicotadas e de uma escrava gritando dava para ser ouvido de longe, e mesmo assim ninguém na região dos mercados ligou. Os únicos que ligaram para os gritos foram as crianças. Toda vez que ouviam um gemido, as crianças ficariam excitadas, perguntando “Vocês ouviram isso? Vocês ouviram isso?”. Toda vez que ouviam um grito, elas ecoariam o som com suas próprias vozes, gritando “Kaah!” “Kueeak!”.

Possivelmente por causa de suas inocências?

Murmurei.

“Aqui é um lugar esplêndido. Todos os mercados de escravos são deste jeito?”

“Sim. Não há muitas diferenças.”

Lapis Lazuli respondeu.

“O mercado de escravos que esta ficou endividada por um curto período de tempo, durante a infância desta, tinha o mesmo ambiente deste.”

“O quê? Você já trabalhou em um mercado de escravos?”

“Para ser mais precisa, esta não trabalhou em um mercado de escravos, mas sim queria tornar-se uma escrava. Nessa época, esta estava incrivelmente faminta. Esta pensou que, se esta ao menos recebesse refeições, então estaria tudo bem em me tornar uma escrava. Já que escravos ao menos são alimentados.”

Lapis Lazuli falou calmamente.

“Entretanto, quando o mercador de escravos descobriu que esta é uma mestiça, ele afastou esta. Aparentemente, exilados não possuem o ‘direito’ de virarem um produto. Independentemente, antes da identidade desta ser revelada, esta foi capaz de comer metade de um pão duro. Uma boa memória.”

“…”

O passado da Lapis Lazuli é tão obscuro que assusta…

Fazendo o que posso para mudar de tópico, limpei minha garganta.

“A súcubo que costumava vagar por estes mercados agora é a amante de um Lorde Demônio. Não é esplêndido, Lala? O valor de uma pessoa não é determinada pelo seu nascimento. Você, que foi capaz de superar todos os tipos de condições desfavoráveis, tem o valor mais bonito dentre todos eles.”

Lapis Lazuli me olhou de relance de lado.

“…Vossa Majestade realmente faz comentários surpreendentes ocasionalmente.”

“Hm?”

“Não é nada. Vossa Majestade elogiou que esta conseguiu suceder-se, mas isso é lamentavelmente inadequado. Até Vossa Majestade se tornar o verdadeiro soberano dos demônios, até esse momento é discutível o sucesso desta.”

“Você é uma mulher bem gananciosa.”

Sorri.

“É por isso que gosto de você.”

“Não há nada para Vossa Majestade lisonjear esta.”

“Não estou esperando por muito. Eu simplesmente quero que tenha um pouco mais de charme misturado nos afazeres desta noite. Em primeiro lugar, quando fazemos ‘aquilo’, seu rosto é tão rígido que é um certo divertido…”

Lapis Lazuli pisou no meu pé direito. O calcanhar de seu salto estava esmagando as pontas dos meus dedos, então estava doente bastante, mas em contraste, sinto-me satisfeito.

Sim. Esta é a Lapis Lazuli de sempre. A mesma serena, calma Lapis Lazuli, que reagiria moderadamente às minhas provocações. Sentindo um raro sentimento de alívio disso, descarreguei minhas coisas nos alojamentos, o local até onde os soldados nos guiaram.

Nessa noite, recebemos um convite para um baquete com os mercadores de escravos.

Valeu a pena dar 5 ouro para aquele soldado. As pessoas do mercado nos reconheceram como VIPs e nos convidaram.

Pergunto-me se é porque o banquete é para os mercadores de escravos, mas esta aglomeração é bem extravagante. Há vários guardas preparados como seguranças e lindas escravas despidas servindo comida. Rapidamente me misturei com um grupo de mercadores e conversei com eles.

Álcool passeou por aí apropiadamente. Foi a quantidade certa para as pessoas ficarem intoxicadas. Durante este tipo de noite ambiciosa, este é o momento mais apropriado para induzir as pessoas a confessarem seus pensamentos íntimos. Agora, devemos começar…?

“Esta é a primeira vez na minha vida vendo um mercado de escravos tão luxuoso. Estive em vários mercados do mesmo nicho no passado que eram maiores, mas nada se compararmos a qualidade dos produtos daqui e ali, eles não poderiam possivelmente vencer a excelência daqui. É maravilhoso, pessoal. Estou realmente movido.”

“Haha. Está pensando muito grandemente sobre nós.”

Os mercadores de escravos riram de rostos corados.

Um humor alegre se espalhou pela sala. Todos deram impressões favoráveis. Sendo pessoas que lidam com escravos, é difícil de acreditar o quão inofensivo parecem ser. Eles não têm o mínimo de culpa por venderem escravos?

Bem, é provavelmente assim que as pessoas da era atual são. Não é um problema que eu deveria me envolver. Revoluções devem ser deixados nas mãos de revolucionários, e política deve ser deixado nas mãos de políticos. Esse é meu veredito. Embora há várias pessoas que misturam essas duas coisas.

“Porém, há algo que estou um pouco curioso sobre.”

“O que foi? Conte-nos.”

“Como uma única flor pode oprimir um salão de bailes inteiro, não haveria algum escravo do maior valor neste mercado também? O que vocês consideram ser a flor deste mercado?”

Os mercadores trocaram olhares entre si depois de ouvir minha pergunta.

E logo após, começaram a fazer uma comoção.

“Claro, não seria a elfa da neve que capturei em Moscou? Contratei nada menos que 20 caçadores apenas para capturar esse inseto. Não há dúvidas que meu produto é o melhor.”

“Pfft. Honestamente, a tendência de elfos já morreu. Hoje em dia, sirenes e sereias que são a moda. Nesse sentido, a sirene que passei por um monte de problemas para consegui-la…”

“Ha! Como uma besta com asas causaria alguma excitação? Seria duvidoso se você conseguirá sequer 20 ouro disso. Elas podem ser uma espécie rara e apropriada para animar o ambiente, mas não pode chamá-la de estrela principal do mercado. Isso é certo.”

“Não, claro que você deveria dá-la um valor maior baseado em sua raridade. Estou pensando em usar meu às e apresentar um centauro. Se for um cavalo, então as damas iriam…”

Eles insistiram.

O argumento de quem têm o melhor escravo continuou.

Depois de um tempo, um mercador de escravos apontou para um jovem e falou.

“E você, Giacomo? Ouvi que você realmente decidiu-se preparar um produto para esta vez.”

“…não é tão bom como os produtos do resto.”

O jovem franziu as sobrancelhas enquanto respondia.

Ele é o jovem que ficou silenciosamente bebendo vinho durante todo o banquete. Embora os outros mercadores estivessem tentando centralizar a atenção em seu escravo, ele recusou. Vendo o jeito que sua compleição ficou obscura, parecia que estava desagradado com algo.

“Dizer que não é nada tão bom! Isso é bem modesto de você!”

“Verdade, Giacomo. Não somos surdos, ouvimos os rumores. Ouvimos que você sucedeu em obter uma criança ilegítima de uma família de duques.”

O rapaz fez uma expressão amarga.

Aparentemente está inconfortável que a atenção estava focada nele.

“…apenas tive sorte. Só isso.”

E assim o homem virou sua taça de vinho.

Furtivamente enrolei os cantos da minha boca enquanto olhava para o jovem.

Encontrei ele.

Estou certo de que esse homem é o mercador em posse da Laura de Farnese.

Aguentar minha preguiça para participar deste banquete valeu a pena. Para conseguir achar meu alvo tão rápido. Tive sorte.

Como se estivesse surpreso, levantei minha voz.

“Espera, pessoal. A criança ilegítima de uma família de duques? Sobre o que é isso? Gostaria de ouvir os detalhes.”

“Não tenho certeza, mas esse camarada, Giacomo, obteve um incrível prêmio sendo tão novo. É a primeira vez dele estreando na indústria de escravos, mas meu Deus, ele conseguiu em mãos um produto que é extraordinário dentre o extraordinário!”

“Falaram que é a criança ilegítima da família de duques Farnese.”

Os mercadores ficaram excitados e começaram uma enorme comoção.

“Uma família de duques. E não uma família pequena, mas a família Farnese! Naturalmente, a posição deles caiu até o fundo do poço depois de perderam a última Guerra das Rosas, mas mesmo assim…”

“Bom, é um segredo aberto. Não queriam fazer a responsabilidade da derrota cair em algum dos herdeiros. Então venderam a filha ilegítima como compromisso. Embora isto seja apenas dentro da área das especulações.”

“Não seria essa a hipótese certa? Outras possibilidades são impossíveis… Aquela mocinha foi escolhida como bode expiatório pela família.”

Alguém estalou a língua.

“Aqueles que saíram por cima na Guerra das Rosas estão felizes que conseguiram desonrar a família Farnese, e a família Farnese está feliz que conseguiram manter suas perdas no mínimo.”

“Se você prestar atenção mais cuidadosamente, esses nobres são melhores em negociar do que nós. Keke. Essas pessoas no topo realmente sabem das suas coisas.”

“Além disso, eles falam que ‘aquilo’ não é uma piada.”

Um mercador mencionou enquanto mastigando uma coxa de frango.

Coloquei uma expressão de fascinado no meu rosto.

“O que você quer dizer com ‘aquilo’?”

“Aquilo, estou falando sobre aquilo. Seu rosto e corpo são tão…kuuh!”

O mercador riu maliciosamente. Molho marrom grudento estava por todos os seus dedos. Os outros mercadores concordaram entusiasticamente.

“Ouvi esse rumor também. Que ela é a princesa confinada da Farnese!”

“Yeah. Porque ela é uma mulher de beleza inigualável, estavam com medo de que causaria um distúrbio no reino. É por isso que o duque escondeu-a propositalmente na parte mais profunda da mansão, para que ninguém conseguisse vê-la.”

“Bom, provavelmente, é um monte de mentiras.”

Os mercadores encolheram os ombros.

“Não importando como vermos, eles provavelmente a esconderam porque estavam envergonhados… Mas que diferença faz? Apenas pelo mero fato de que esses tipos de rumores vêm junto a ela a faz especial. Rumores aumentam o valor do produto, afinal de contas.”

“Mm. Verdade. Para começar, ela é de uma das famílias mais nobres no reino…”

“O rumor de que ela é a garota mais linda do continente já rodou uma vez.”

“E ela está na idade sazonada de 16!”

Os mercadores caíram na risada juntos.

A única pessoa que foi incapaz de seguir o ambiente foi o jovem. Ele manteve um rosto estoico.

“…por favor, perdoem minha saída antecipada. Boa noite.”

O homem se levantou da mesa e casualmente se ausentou.

Os outros mercadores também deram boa noite para ele, mas o jovem recebeu-os distraidamente. Seria difícil ver isto como uma atitude positiva. Assim que o rapaz se foi, os outros mercadores imediatamente levantaram suas opiniões.

“Ele não está agindo meio arrogante? Convidamos todos do mesmo mercado assim para que conseguissemos conhecer nossos colegas melhores, mas se ele agir desse jeito…”

“Ele realmente não tem modos. Apenas está correndo solto por aí se segurando na reputação do seu pai. Todos os jovens são desse jeito hoje em dia.”

Aparentemente o jeito que jovens agem neste mundo e no meu mundo original é o mesmo.

Fiz um sorriso e levantei-me.

“Desejo olhar o mercado cedo de manhã, então retornarei para os meus alojamentos por hoje também. Pessoal, por favor, tenham uma agradável noite.”

“Ooh. Durma bem.”

Depois de receber as despedidas dos mercadores, fiz meu caminho afora do salão de banquetes. Depois de instruir para a Lala sair do mercado e preparar-se para qualquer situação, persegui o jovem por conta própria. Não tendo ido muito longe, a vista do jovem andando sozinho pelo mercado chegou à minha visão.

“Senhor Giacomo. Senhor Giacomo!”

“Sim…?”

O rapaz olhou para mim.

Ele fez olhos como se estivesse observando uma pessoa suspeita.

Coloquei um largo sorriso em meu rosto.

“Você gostaria de, porventura, compartilhar uma conversa comigo?”

Hora de amolecer este novato.

 

 

▯Vendedor de Methoranum, Mercador de Escravos, Giacomo Petrarch
Calendário do Império: Ano 1505, Mês 9, Dia 10
Reino de Sardenha, Mercado de Escravos de Pavia 

 

Em um canto da região dos mercados, estava bebendo cerveja com um mascate estranho.

Sinto-me estranho. Não realmente consigo lembrar como acabei por beber tanto assim. Parecia como se eu estivesse possuído. Bom, há dias na sua vida que você simplesmente desmaia…

“Estarei dizendo isto apenas para você, senhor Giacomo.”

O estranho homem à minha frente fez um sorriso amargo.

“Para dizer-lhe a verdade, o ato em si de vender e comprar escravos é desconfortante para mim. Sinto como se estivesse cometendo um crime contra a humanidade.”

“Você acha isso? Porque eu também.”

Eu felizmente respondi seu comentário. É isto. É por causa desta característica deste homem que naturalmente nos fez bebermos juntos. Pergunto-me se foi coincidência ou pura sorte, mas a combinação entre o homem à minha frente e eu é surpreendentemente bom.

“Originalmente, não queria ter me tornado algo como um negociante de escravos. Porém, meu pai me pressionou nisto. Disseste que, se eu quiser me tornar um mercador veterano rapidamente, então não teria um trabalho melhor do que negociante de escravos…”

“Você tem um bom pai. Mas, há várias coisas neste mundo que são mais preciosas do que se tornar um veterano. Seria legal se seu pai tivesse percebido isso.”

“É isso que eu estive falando!”

Ó céus, involuntariamente levantei minha voz.

Mas não foi estranho. É a primeira vez que conheci uma pessoa que me conectei tão bem, e nisso no centro do mercado de escravos. É um encontro bem excêntrico?

“Meu pai é muito dependente de dinheiro. Sim, o trabalho de um mercador é ganhar dinheiro e transportar bens. Não tenho problemas com isso até esse ponto… Mas, escravos não são pessoas também? Seja humanos, elfos, ou sirenes…tratá-los como algo como para se por em um mostruário…”

“Eu entendo. Ah, sua taça está vazio. Aqui, encherei-a para você.”

“Obrigado…”

Engoli o vinho que o homem colocou. Senti uma embriaguez saudável subindo. Parece que eu realmente precisava de uma pessoa para conversar abertamente. Sinto que estou bebendo um pouco mais do que de costume, mas está tudo bem. Está dentro do meu alcance aceitável.

E assim, o tempo passou. Antes que eu percebesse, encontrei-me levando o homem aos alojamentos da minha plataforma. …hm, por que eu o trouxe aqui?

“Que maravilhoso. Em abster-se de acorrentar a maioria de seus escravos, isso é uma consideração bem humanitária que você tem por eles.”

O homem fez um olhar de admiração em relação aos escravos nos vagões.

Aah, verdade. Agora eu lembro. Ele me perguntou se ele poderia dar uma olhada nos meus escravos, e eu contentemente aceitei seu pedido. Mesmo não sendo autorizado trazer convidados para esta área… Não deve dar muito problema, né? Esta pessoa não é apenas um convidado, ele é meu amigo.

Agora que pensei sobre isso, qual era seu nome mesmo?

“A maioria das pessoas apenas falam sobre isso, mas nunca realmente tentam. Você é diferente, Giacomo. Você realmente trata seus escravos com calor. Posso ver com os meus próprios olhos. É esplêndido.”

“Ahaha, você está exagerando.”

Bom, algo como nomes não é importante. O mais importante é julgar a pessoa por sua personalidade. Está tudo bem em acreditar neste homem. Ele tem uma boa personalidade.

“Exceto, não acho que todos os escravos ficariam satisfeitos.”

“Perdão?”

Do que ele poderia estar falando?

Pode não ser algo para se orgulhar, mas na minha opinião, não há outro mercador que mostra tanta preocupação com seus escravos tanto quanto eu. Eu regularmente dou-lhes duas refeições ao dia, e obviamente, os escravos também gostam de mim. Mas para falar que não estariam satisfeitos…

“Ó céus, isso foi rude de mim. Simplesmente estava pensando na perspectiva dos escravos.”

O homem sorriu suavemente.

“Antes de serem capturados por nós, estes escravos não tinham uma vida um certo pacífica? Eles provavelmente conseguiam se mover livremente e viverem suas vidas do jeito que quisessem. Tenho quase certeza que eles ainda teriam algumas insatisfações mesmo se receberem suas refeições dentro do tempo.”

“Pensar na perspectiva dos escravos…”

Estou surpreso. Nunca considerei isto antes.

Sou um homem livre, eles são escravos. Somos claramente diferente. Não há motivo para eu forçar meus próprios pensamentos neles quando são existências completamente diferentes de mim. Mas tinha considerado assim…

Que era mais do que o suficiente tratá-los com um mínimo de consideração. Pensar na perspectiva dos escravos? Isso é possível? Não é um jeito excessivamente idealístico de se pensar…?

“Como é, atualmente?”

Enquanto estava recebendo um choque das palavras do homem, ele jogou-me uma pergunta.

Me recuperei em alarme. Do que estávamos falando? Não consigo lembrar o contexto da nossa conversa. Sinto-me tonto desde um tempo atrás.

“O que, atualmente…?”

“Estou me referindo à senhorita Farnese. Já esqueceu?”

Farnese? Estava ele falando sobre a senhorita Laura De Farnese?

Não, já que sua família foi privada da aristocracia nobre, não posso chamá-la mais pelo seu sobrenome. Mas não consigo claramente lembrar se tivemos esse tipo de conversa. Ó céus, acho que bebi demais.

O homem calmamente explicou.

“Não perguntei se a senhorita Farnese estava satisfeita com sua vida de escrava? Assim que falei, você, senhor Giacomo, disse que me mostraria pessoalmente.”

“Ah. Verdade. Verdade…esqueci por um segundo.”

Não senti certeza enquanto respondia.

Senhorita Farnese é um bem da maior qualidade. Para prevenir que ladrões roubassem ela, a escondi na parte mais profunda da minha plataforma. Mesmo se ele for meu amigo, não posso mostrá-lo levianamente. Comecei a me arrepender. Como pude ter feito uma promessa tão irresponsável…

O outro lado imediatamente percebeu minha compleição e falou.

“Entendo. Parece que você está conflito de mostrá-la para mim.”

“Não, a verdade é.”

“Está tudo bem. Não se sinta pressionado por isto. Apenas estava sugerindo alegremente. Apenas estava curioso para ver como você realmente lida com os seus escravos, e como seus escravos sinceramente te veem.”

O homem sorriu amargamente e murmurou.

“Sou eu que devia estar me desculpando. Por causa da minha curiosidade, forcei o senhor Giacomo em uma situação delicada. Vamos voltar ao pub.”

“Ah…”

Depos de ver a expressão desamparada do homem, uma culpa indescritível cresceu no meu peito. É isso. O outro lado apenas pediu algo enquanto pensando sobre mim como amigo. Mas o que estou fazendo?

No fim, não estou tratando-o como um estranho? O que me faz de diferente das pessoas no salão de banquetes que chicoteiam seus escravos? Sou o pior. Se esses mercadores são os vilões, então não sou nada porém um mero hipócrita.

“…não. Espere, por favor. Devo lhe guiar até onde está a senhorita Farnese.”

“Perdão?”

O homem piscou, surpreso.

“Está realmente tudo bem?”

“Claro. Não há problemas se apenas olharmos e voltarmos. Agradecidamente, senhorita Farnese não dorme à noite, então deve estar tudo bem em visitar agora.”

“…senhor Giacomo. Se você sentir qualquer dificuldade por causa do meu pedido, pode recusar a qualquer momento.”

O homem estava me olhando de um jeito preocupado.

“Pode ter sido apenas algumas horas desde que nos conhecemos, senhor Giacomo, mas sinto uma amizade entre nós. Não desejo pesar um amigo.”

Estou movido por sua consideração. Lhe disse que está tudo bem, mas o homem ainda está sendo atencioso comigo e estava tentando recusar. O que eu possivelmente estava hesitante em frente a uma pessoa tão bondosa!

Um sorriso naturalmente se formou em meus lábios; o pouco de ansiedade que restava em meu peito derreteu como neve.

“Não, está tudo bem. Eu também quero ouvir a opinião da senhorita Farnese. Se alguma coisa, gostaria de pedir para que você viesse comigo. Se é possível para mim pensar na posição dos escravos…as coisas que faltava-me até agora. Desejo discutir isto com você.”

“…”

O homem arregalou seus olhos.

Até que eventualmente, ele sorriu. Um sorriso bem suave.

“Giacomo. Você sabe como respeitar os outros. É uma habilidade preciosa que vem do seu coração. Não é algo que qualquer um pode aprender. Eu realmente lhe respeito.”

Fiquei sem palavras por causa de seu elogio direto.

Embora não estivesse conseguindo falar algo e estivesse boquiaberto, o homem simplesmente sorriu para mim em silêncio. Como estivesse dizendo que ele entendeu tudo sobre mim…não, como se ele tivesse entendido a quantidade de apreciação que desejo do mundo, esse tipo de sorriso.

“Ah, bom, uh. Você sabe.”

“Sim.”

O homem arreganhou.

“Vá em frente, senhor Giacomo.”

“Isso é… P-Por aqui. Por favor, siga-me.”

Sentindo-me envergonhado, palavras não estavam saindo direito.

Por alguma razão, senti-me com vergonha demais para olhar em seu rosto. Sim, porque estou bêbado. Minhas emoções estão oscilando por causa da intoxicação. Não há nenhuma razão além disso. Nenhuma. Realmente.

Estava ficando cada vez mais tonto. Estava ficando mais difícil em manter-me equilibrado. Mesmo se eu tentasse ignorar pensando que era apenas minha imaginação, minha visão estava tremendo demais. Estranho. Eu não deveria ser tão fraco a álcool.

“S-Só mais um pouco.”

Minhas palavras começaram a ficar tensas. Minha consciência rapidamente se foi.

“Só mais um pouco e a cela que a senhorita está confinada…”

“Está tudo bem, Giacomo.”

O homem levemente me suportou, eu que estava balançando para lá e cá.

Assim que descansei minha cabeça no corpo do homem, toda a minha força foi-se de meu corpo.

Enquanto meus olhos começaram a se fechar lentamente, conseguia ouvir a voz do homem.

“Parece que você bebeu um pouco demais hoje. Devo tomar a responsabilidade e carregar o senhor Giacomo de volta ao seu alojamento. É por isso que, por favor, descanse bem.”

Um voz que pareceu como uma canção de ninar maternal.

Sentindo conforto disso, fechei meus olhos.

Apesar do fato que minha cabeça estava totalmente desorganizada, há uma coisa de que estou certo. Ganhei uma amizade que duraria para sempre…

 

 

▯O Mais Fraco Lorde Demônio, Rank 71º, Dantalian
Calendário do Império: Ano 1505, Mês 9, Dia 10
Reino de Sardenha, Mercado de Escravos de Pavia 

 

Então, bom, isso foi uma brisa.

Deitei o jovem no chão e sorri ironicamente.

“Você não deveria acreditar em alguém como eu tão fácil, amigo.”

Sem esforço conquistei este jovem que aparenta ter uns 19 anos. Meramente elogiei-o moderadamente, mas ele ficou excitado por conta própria e atravessou o ponto de boa vontade. Foi tão fácil que foi ridículo. Foi graças ao meu talento, ou porque este camarada é excessivamente puro como um mercador…?

Claro, a resposta é porque sou talentoso.

Sei disso muito bem.

Se eu falar modestamente, é simplesmente por causa de etiqueta.

Adicionalmente, sua afeição subiu por uma quantidade ultrajante.

Passamos apenas 2 horas bebendo juntos, mas seus pontos de afeição atirou além dos 10, quebrou através dos 20, e finalmente chegou aos 30. E mesmo assim, a afeição da Lapis Lazuli ainda está em 10. Por que recebo mais afeição de homens do que mulheres? Deve ser o fim do mundo.

“Status.”

Depois de murmurar a palavra quietamente, um holograma apareceu diante de mim.

Um tipo de janela de status que aparece apenas quando a afeição está além dos 20.

Nome: Giacomo Petrarch
Raça: Humano
Trabalho: Mercador(E)
Reputação: Previamente Academicamente Falho
Ο
Liderança: F \ Poder: F \ Inteligência: E
Políticas: F \ Charme: C \ Técnica: F
Ο
Afeição: 32
Ο
Estado Mental Atual: ‘Amigo…’
Que natureza adorável.

Em um certo sentido, ao invés de uma garota como a Lapis Lazuli, que suas intenções sequer consigo vir a entender, este tipo de pessoa são consideravelmente mais complacentes.

O tipo de pessoa que dá o seu melhor para respeitar os outros, embora tenham um espírito fraco e sejam um certo ingênuos.

A maioria das pessoas provavelmente ridicularizariam este tipo de pessoa como permissivas.

Mas pelo menos, eu não.

Se algo, eu levemente invejo-as.

…porque nunca poderei me tornar alguém como elas.

“Apenas pense que foi pego por uma pessoa degenerada.”

Procurei através do agasalho do Giacomo até ter em mãos um monte de chaves.

As chaves fizeram um tinir metálico ao pegá-las. A chave da cela da Laura De Farnese provavelmente está dentre elas.

Roubar é errado? Isso é óbvio. Sou uma pessoa má, então faço coisas como roubar normalmente.

Vendi algo como culpa há muito tempo.

Enquanto vivendo, percebi que a necessidade de carregar algo como isso era desnecessário.

Não tenho certeza o que um masoquista, alguém que gosta de sentir dor, pensaria. Como um saudável e sensível sadista, estou fora de questão.

“Mmmm…”

Giacomo Petrarch soltou um som enquanto dormia.

Já que atei sua bebida com algumas pílulas para dormir um certo fortes, ele vai continuar roncando desse jeito por um tempo.

Acariciei a cabeça do Giacomo.

“Durma bem. Laura De Farnese é uma indivídua que além para alguém tão gentil como você para lidar. Tudo que você precisa fazer é sonhar alegremente e deixá-la em minhas mãos.”

“…”

“Será de mais benefício para a Laura De Farnese, para você, e para mim. Você não fez nada de errado.”

Pergunto-me se ele conseguiu ouvir minhas palavras enquanto inconsciente.

O rosto do Giacomo Petriarch lentamente ficou relaxado.

O som de respiração profunda saía por seus lábios.

Bom.

A doce criança fechou seus olhos.

É hora dos indivíduos completamente torcidos esconderem-se como espectros na noite.

Segurand em minha mão as chaves, andei em frente. Meu destino logo entrou na minha visão. Entre dois vagões de madeira uma cela de ferro residia.

O luar gentilmente emanava.

Apesar da cela estar sendo banhada pelo luar, ela não brilhava, mas ao invés disso jogava-a mais adentro da escuridão. É como se estivesse repudiando qualquer coisa externa se aproximando, até mesmo luminescência.

Havia uma coisa separada sendo iluminada pela luz. Não era a cela, mas uma garota que estava aprisionada nela.

A garota está vestindo trapos sujos similares do que um mendigo usaria. Deve fazer vários dias desde a última vez que conseguiu lavá-lo, já que a sujeira está espalhada por toda sua pele aqui e ali.

E então, a Lua no céu noturno foi coberta pelas nuveus por um breve momento antes de reaparecer. O luar descendeu mais uma vez sobre a pele da garota, fazendo-a fortemente brilhar.

“…”

Involuntariamente segurei minha respiração.

Independente de quem viesse, todos seriam dominados pela beleza desta garota.

Entretanto, o porquê da minha respiração ter sido capturada por um instante não foi por causa da beleza desta garota. Algo completamente diferente moveu-me emocionalmente.

—a escrava está lendo um livro.

No meio desta melancólica cela sem limites.

Usando a Lua como sua única fonte de iluminação.

Com um grosso livreo aberto no chão à sua frente, ela silenciosamente virava as páginas com suas mãos empoladas.

Há algo de tirar o fôlego nesta extraordinária visão.

Se um perguntasse por que, seria porque não há absolutamente nada que pudesse entrar em seu caminho.

Esta pode ser minha primeira vez a vendo, mas imediatamente entendi tudo.

A desgraça e vergonha de ter caído da nobreza para escravidão, o número incontável de pessoas que bateram e tacaram abusos nesta garota, o desespero e a tristeza por ter sido abandonada pelos seus próprios pais. Emoções diversas absolutamente não afetariam ela agora.

Ela já é uma humana completa.

Fechada.

Na escuridão.

“…”

Aproximei-me da cela com passos barulhentos.

Embora tenha propositalmente feito que meus passos ressoassem, a garota não levantou sua cabeça.

Ela simplesmente olhava para baixo sem nenhuma expressão em seu rosto.

Está ela tão focada no livro que não conseguia ouvir nenhum barulho externo?

Pisei entre a Lua e a garota.

Uma escura sombra surgiu sobre ela. Agora, pela primeira vez, a garota lentamente levantou sua cabeça para corresponder ao meu olhar, com olhos que abstinham sequer o mínimo de vida.

Laura De Farnese.

A humana que enfrentaria o herói e tornaria o continente num mar de sangue.

Para a garota que foi abandonada pela sua família e pelo mundo, eu falei.

“—meu nome é Dantalian, o Lorde Demônio de rank 71º.”

Sem nenhuma pretensão.

Truques baixos não funcionam com pessoas que têm estes tipos de olhos.

Sempre direto e honesto, essa é a melhor método persuasivo neste tipo de situação.

“De Farnese. Vim aqui para lhe obter.”

“…”

“Sou rico. Logo poderia facilmente te comprar em um leilão de escravos sempre que quisesse. Minhas bruxas e tropas militares estão em prontidão ao redor deste mercado, logo tomá-la através da força também é uma possibilidade completa.”

Não é uma mentira.

Neste momento, Lapis Lazuli provavelmente está se preparando para começar um ataque nos arredores do mercado. As Irmãs Berbere estão com ela. Minhas forças estão de prontidão ao meu sinal.

11 bruxas da maior classe, e 9 soldados da maior classe.

A segurança deste mercado de escravos é relativamente firme, mas ainda não é nada além de 70 guardas. Utilizando o poder de fogo das bruxas, poderíamos facilmente transformá-los em carne grelhada. Arrebatar a Laura De Farnese e desaparecer calmamente não é difícil.

Se eu der a ordem, seria bem simples.

E mesmo assim.

“Mas desejo ser reconhecido por você.”

Quero deixar essas coisas como a última opção.

 

“Não por dinheiro ou força. Puramente pessoalmente, dese

“…”

“Pode permitir-me a oportunidade de fazer seu teste?”

Uma inquietude nos dominou.

A garota vagamente me olhava.

Não desviamos do olhar do outro. Até que a terceira nuvem cobrisse a Lua, o tempo passou-se silenciosamente.

A garota moveu seus lábios.

“—pare de bloquear o luar e mova-se.”

Uma voz inorgânica.

Como uma máquina artificialmente tentando imitar uma voz humana.

De qualquer jeito, acenei com a cabeça.

Neste local, esta garota perfeitamente estabeleceu seu próprio reino. O livro é seu todo. Assim, o ato de tampar a iluminação significa que estava invadindo seu reino. Eu prontamente obedeci o requerimento da senhorita Farnese e movi-me levemente para o lado.

Senhorita Farnese acenou com a cabeça.

“Expresso minha gratidão. Você é uma pessoa gentil.”

“Respeito o domínio alheio é o básico, afinal de contas. Mesmo se você se tornar minha vassalo, devo sempre respeitar sua vontade como fiz agora.”

“Vassalo?”

Senhorita Farnese inclinou sua cabeça.

“Não me reivindicando como uma escrava sexual, mas como uma vassalo?”

“É isso. Se eu quisesse tratá-la como uma escrava, assim teria te comprado com dinheiro ou agido de uma forma violenta. Mas julguei que riqueza e poder não é necessária para persuadi-la. Laura De Farnese. Eu puramente desejo lhe obter.”

“Se isso agora foi uma confissão de amor, então esta jovem dama certamente estaria movida.”

Senhorita Farnese colocou sua mão e seu queixo.

Referencialmente, Laura De Farnese falou em 4 idiomas diferentes. Sardo, Habsburgiano, Língua Franca, e Helasiano Antigo. Não foi meramente uma simples conversa. Estava me testando o quão longe conseguiria acompanhá-la. [NT: não encontrei nada equivalente a Habsburgiano e Helasiano, se alguém tiver ideia, fale-me]

Eu facilmente passei em seu teste fundamental. Não importa onde eu esteja, se idioma estiver envolvido, não há onde eu possa ser derrotado. Se algo, estou bem autoconfiante que isso é minha especialidade.

A partir daqui será o evento principal.

“Estou honestamente agradecia por sua oferta. O único outro destino sobrando para esta jovem dama é provavelmente ser vendida para algum nobre rico e viver como uma ferramenta de alívio sexual.”

“Aah. Isso está correto..”

Por causa da informação que fui capaz de obter em Dungeon Attack, tenho uma ideia geral de qual será o destino da Laura De Farnese. Não deve ter problemas em brevemente mencionar aqui alguns futuros eventos.

“A pessoa que te comprará no leilão será o Conde Roswell do Reino da Britânia. Publicamente, ele é elogiado como um homem de personalidade nobre, mas na verdade, é um pervertido sadista.”

“Hou.”

Consegui puxar sua curiosidade? Senhorita Farnese mostrou uma resposta de interessada. Por mais que seus olhos continuassem ofuscados.

“Conte-me mais detalhadamente.”

“Com prazer. Conde Roswell considera aprisionar nobres caídos, como você, em sua câmara de tortura subterrânea como prazer da vida. Porque suas preferências são tão vastas, ele se diverte com coisas desde cera de vela a amputação.”

“Amputação? O que é isso?”

“Há vários tipos de pervertidos no mundo, senhorita De Farnese.”

Sorri gentilmente.

“Dentre eles, há tipos de pessoas que ganham desejo carnal por mulheres com suas pernas e braços cortados.”

Sempre senti satisfação sempre que conseguia revelar a cruel realidade a uma garota que é ignorante do mundo. Você pode dizer que é como se eu estivesse ajudando um pouco na educação de uma criança.

Sou um homem amigável, afinal de contas.

“Se você for vendida ao Conde Roswell, então sem dúvidas sofrerá estupro coletivo numa prisão, onde sequer luz solar chegará, por 10 anos. Se você for azarada, talvez experiencie aborto diversas vezes também.”

“Esse é definitivamente o pior indivíduo para me tornar escrava. Consigo aguentar ser torturada com cera de vela, mas esta jovem dama não acha que aguentaria ter seus membros cortados.”

“Porque você se tornará incapaz de ler livros?”

“Sim. Não conseguirei ler livros sem meus membros.”

Senhorita Farnese respondeu seriamente.

Tinha assumido que ela é esse tipo de garota.

“Mas, ó Lorde Demônio. É bem difícil acreditar que está planejando usar esta jovem dama para algo além de tornar-me uma escrava sexual. Como pode ver, esta jovem dama é bem bonita. Mesmo se você me fizer de vassalo, como poderia esta jovem dama manter-se assegurada que não ficará cativado pela aparência desta jovem dama mais tarde e violá-la?”

Uma mocinha que falou coisas sem sentido como se fosse algo natural.

Sentindo-me um certo desconcertado, franzi minhas celhas.

“…você. Você, porventura, frequentemente ouve de outros que é bem conceituada?”

“Perdoe-me. Apenas estou avaliando minha própria beleza objetivamente. Durante minha vida, 4 vezes do meu próprio pai, 11 vezes dos meus meio-irmãos, e 2 vezes das minhas meia-irmãs, esta jovem dama foi quase estuprada por eles. É quase certo que a beleza desta dama é fora do comum. Um certo infeliz.”

“O quê? Você quase foi estuprada por suas meia-irmãs?”

Até o Lorde Demônio estava surpreso por isto.

Senhorita Farnese falou abruptamente.

“Há vários tipos de pervertidos no mundo, ó Lorde Demônio. Dentre eles há mulheres que sentem desejo carnal por pessoas do mesmo sexo. E também, há mulheres que têm desejo incestuoso por pessoas do mesmo sangue.”

Sua fala teve exatamente a mesma cadência de como eu disse antes enquanto tentando me mostrar. Foi um contra-ataque dela contra mim por ter agido como uma pessoa madura.

Eu involuntariamente acabei admirando a sagacidade desta garota.

“…impressionante.”

“Você não precisa elogiar esta jovem dama, já que esta jovem dama aceitou sua própria geniosidade quando tinha 6 anos.”

“Oh, sério? Que coincidência. A época que percebi que era um prodígio também foi aos 6 anos.”

“Mm, é desse jeito? Esta jovem dama deve adicionar que ela tornou-se autoconsciente de sua própria superioridade intelectual depois de testemunhar suas irmãs passando dificuldade para masterizar um único teorema geométrico mesmo depois dos 10 anos.”

“Tornei-me autoconsciente depois de ver minhas meia-irmãos mais novas não conseguirem aprender sequer duas línguas aos 5 anos.”

“Aah. É certamente difícil de entender porque as pessoas passam tanta dificuldade com idiomas estrangeiros. Você não naturalmente masteriza uma língua depois de escutá-la por meio ano?”

“Precisamente assim. É algo que não consigo entender.”

Sempre que esta jovem dama vê um grupo de pessoas confuso com a mais simples verdade, enquanto esta dama sente tristeza e pena delas, ao mesmo tempo esta jovem dama sente mais suspeita. Como poderiam elas terem vivido por tanto tempo com essas cabeças? Se esta jovem dama acontecesse de estar na posição deles, esta jovem dama teria imediatamente se matado.

“A maioria das pessoas nascem lamentáveis. Não há o que se fazer. Não há outra escolha porém pessoas como nós polidamente ensiná-las o que inteligência e etiqueta é.”

“Ó Lorde Demônio. Isso não é um trabalho tedioso?”

“É incrivelmente tedioso. Entretanto, apesar de tudo, ainda fazemos parte da comunidade que reside neste mundo. Muito ocasionalmente, precisamos saber como nos sacrificarmos por uma boca causa.”

“Por ‘muito ocasionalmente’, você quer dizer uma vez na vida?”

“Se for esse tanto, então é mais do que o suficiente—”

Ah!

Involuntariamente fui absorvido pela conversa.

A expressão que estava fazendo por questão de atuação começou a enfraquecer em algum ponto.

A química entre mim e esta garota é tão bom que vai além da imaginação.

“Oh, certo. Além disso, esta jovem dama ocasionalmente não fala e vai para seu próprio por uma semana inteira. Se vamos passar tempo juntos, então, por favor, leve isto em conta.”

“Claro. Também, esta jovem dama costuma tocar violino bem alto. Adicionalmente, há vezes que esta jovem dama também será levada por seu entusiasmo e começará a cantar também. Então, se você morar com esta jovem dama, então deverá considerar isto também.”

“Violinos são o prazer da vida.”

Acenei com a cabeça sinceramente.

“Oh, você acha?”

“A melodia de um cravo é rídiga demais, então dá uma forte impressão de algo mecânico. Mas violinos não expressão as vibrações intensas da vida? Musica são vibrações, e nada além de vibrações. Um oboé é bem maravilhoso também, mas se compararmos ambos, então o violino ainda continuaria no topo.”

“Esta jovem dama concorda plenamente.”

“…”

“…”

Nos encaramos.

Cautelosamente abri minha boca.

“Diga. Não tenho certeza se é um mal-entendido, mas…”

“Mm?”

“Não sei porque, mas sinto que eu e você nos daremos bem bem pacificamente.”

“Que coincidência peculiar. Esta jovem dama tem a mesma opinião.”

“Isto pode ser meio abrupto, mas tenho algumas perguntas. Quem é a pessoa mais inteligente no mundo?”

A garota prontamente respondeu.

“Claro, são os indivíduos, eles mesmos.”

“E sobre uma pessoa que irresponsavelmente ignora uma promessa e desconsidera os outros?”

“Seria apenas apropriado para imediatamente cortar seus membros e sentenciá-los à morte.”

“Se você ver uma pessoa pura, que pensamentos viriam à sua cabeça?”

“Como conseguem viver tão tolamente, mas ao mesmo tempo, esta jovem dama é cegada por sua pureza e não consegue porém admitir que são uma raça superiora a esta jovem dama.”

“O que é amor?”

“Um ato suicida de destruição disfarçado como romance.”

“O que é amizade?”

“A emoção que esta jovem dama aleatoriamente dá às pessoas que não a incomodam.”

“O que é trabalho?”

“Prova de que Deus não existe neste mundo, e de que seria apenas apropriado para ser erradicado.”

“…”

“…”

A garota e eu acenamos com a cabeça ao mesmo tempo.

Você podia facilmente dizer que foi uma acenação fatídica.

“Senhorita De Farnese. Eu pessoalmente desgosto de um corpo infantil. Sinto mais atração sexual de mulheres com seios mais robustos. Então agradecidamente, as chances de eu ser cativado por você é incrivelmente baixo.”

“Ó Lorde Demônio. Esta jovem dama prefere homens que estão bem avançados na idade, então ao menos 50, mas se possível 60 anos. Esta jovem dama detesta homens sem nenhuma verruga. O charme de um homem vem solenemente de seus anos de experiência, assim, a chance desta jovem dama ser seduzida por você é bem mínima.”

Estendemos nossos braços e pegamos a mão do outro firmemente.

“—perfeito.”

“—esplêndido.”

Há muito tempo isto já transcendeu sobre ser compatível ou não.

Eu sou sua outra metade, e ela é minha outra metade. Nascemos no mesmo planeta, mas por causa dos caprichos dos Deuses, fomos separados. Até que finalmente fomos capazes de nos reunirmos hoje com o outro aqui novamente. Talvez tenha uma diferença de idade entre nós, mas não é um problema. Uma companhia que partilha da mesma ideologia é algo diferente que supera gerações e idade. Minha alma decalcomania que não consegui encontrar no meu mundo original está diante de mim agora.

Um efeito de som tocou e uma janela de notificação apareceu.

 

[Você sinceramente alcançou uma comunhão com a outra pessoa.]

[A afeição de Laura De Farnese subiu por 15.] 

 

Em uma única explosão os pontos de afeição passaram de 10.

Precisei nada menos do que 150 dias para aumentar a afeição da Lapis Lazuli por 10, entretanto foi-se apenas 15 minutos no caso da Laura De Farnese. O que é esta diferença no grau?

Entendo.

Lapis Lazuli é realmente um caso especial.

Usei a chave para abrir a cela enquanto contente com a minha própria competência.

Com um clunk, a porta da cela abriu. Depois de desfazer o colar de metal ao redor do pescoço da senhorita Farnese, todos os problemas agora foram lindamente lidados.

“Mmm. Isto é refrescante.”

Senhorita Farnese andou para fora da cela. Então ela abriu seus braços em direção à Lua no céu noturno. Era como se ela estivesse tentando medir o tanto do céu que conseguiria capturar com seus braços.

Tempo passou-se assim por um bom tempo.

Logo após, De Farnese virou seu corpo para mim.

“—lorde.”

Ela se abaixou e apoiou-se com um joelho.

“Enquanto Vossa Senhoria não trair esta jovem dama primeiro, ela seguirá seus comandos lealmente. Enquanto Vossa Senhoria respeitar esta jovem dama, ela devotará sua alma para você. Laura De Farnese. Como a terceira filha do Ducado de Parma e a legítima herdeira de Piacenza, nesta noite, 1505º ano no calendário do continente, 9º mês, e 10º dia, com todos os Deuses aqui como testemunhas, aqui jura: Se Vossa Senhoria ordenar esta jovem dama para ser sua espada, assim ela se tornará sua espada. Se ordenada para tornar-se sua cabeça, assim se tornará sua cabeça. Se ordenada para tornar-se suas pernas, assim se tornará suas pernas. A vontade desta jovem dama, a sabedoria desta jovem dama, e os esforços desta jovem dama deverão ser eternamente devotados a Vossa Senhoria. Lorde, apenas solicito-lhe para conceder uma pequena liberdade a esta jovem dama.”

“Eu sinceramente juro que protegerei tua liberdade.”

Peguei a mão da senhoria Farnese e levantei-a.

Embora isto não seja nada mais do que uma promessa verbal, esta também é a nossa primeira promessa que é estabelecida entre eu e esta garota.

Não posso tratar com negligência.

“Dantalian, Lorde Demônio de rank 71º, como um representante sagrado e inviolável que simboliza dignidade absoluta, e como um membro da ordem dos 72 que reina sobre todos os demônios, aqui devo prometer: Tua devoção deverá ser recompensada. Tua lealdade deverá ser honrada. Teus erros deverão ser perdoados. Pessoas que mantêm antipatia em relação a ti assim deverão ser meus inimigos. As casas que levaram ti à tua ruína, assim a Casa dos Médici em Florença, a Casa dos Sforza em Milão, a Casa dos Agilofings em Pavia—e se assim tu desejares, até mesmo a Casa dos Farnese em Parma. Usando todos os métodos necessários, deverei vingar ti.”

“…”

Minha promessa veio como uma surpresa?

Senhorita Farnese piscou seus olhos.

“Está sano? Eles são autoridades que têm reinos interios perfeitamente sob seus controles. Certamente, eles são aqueles que contribuíram para que este corpo caísse na escravidão, mas…”

“Não se preocupe. Devo não repetir minha promessa.”

Arreganhei.

“Devo afogar o arquiduque de Florença no oceano, devo executar o duque de Milão perfurando 36 buracos em seu corpo, devo decapitar o conde de Pavia e exibir sua cabeça em um cruzamento, e finalmente, devo deixar o destino do ducado de Farnese nas suas mãos. 10 anos. Não. Devo realizar sua vingança em todas estas pessoas dentro de 9 anos.”

“Que tal? Se for com este tanto, minha intenção não fica clara?”

“…pelo jeito, aparentemente esta jovem dama decidiu servir sob um lorde prepóstero.”

Laura De Farnese levemente sacudiu sua cabeça.

“Isto é problemático. Se você presentear-me tantas promessas, então seria injusto. Esta jovem dama deverá fazer mais uma promessa.”

“Mais uma?”

“Aah. Se Vossa Senhoria realmente realizar a vingança a favor desta jovem dama, então, eu, Laura De Farnese, mais do que de bom grado devotará até mesmo minha liberdade a você. Tornarei-me seu escravo através da minha própria volição, e felizmente serei uma possessão de Vossa Senhoria.”

“Excelente. Jurando pelo Rio Estige.”

Jurando pelo Rio Estige.

Eu levemente beijei a testa da senhorita Farnese.

O aroma de sujeira estava forte já que não conseguiu se lavar por um longo período de tempo, mas estava tudo bem por mim por algum motivo.

Senti que ganhei uma irmã mais nova que é a imagem cuspida do meu próprio eu.

Enquanto fazendo isso, dei-lhe um abraço. O pequeno corpo da senhorita Farnese veio aos meus braços. Ela não resistiu. Ao invés disso, ela inclinou sua cabeça contra meu peito. Que fofa—.

“Há algo que esta jovem dama está curiosa sobre, milorde.”

“Diga.”

“Onde exatamente você planeja usar esta jovem dama? Honestamente, esta jovem dama não tem talento em políticas. Embora, esta jovem dama considera sua habilidade de adquirir e interpretar estudos como um talento inato e pode definitivamente vangloriar-se.”

“Ah. Planejo fazer-lhe minha general atuante. A partir de agora, você deverá repelir forças estrangeiras como a comandante supremsa das minhas forças.”

“Esta jovem dama como a general?”

A voz da senhorita Farnese ficou levemente mais alta.

Provavelmente porque é um papel que ela não estava esperando.

Na história original, a época que a geniosidade da Laura De Farnese em relação à guerra militar floresceu foi daqui 10 anos. Foi depois que o Conde Roswell morreu de intoxicação e ela competiu pela autoridade sobre a cada do conde. Até lá, Laura De Farnese não sabia qual era seu verdadeiro talento.

Claro.

Acordei esse monstro dentro dela 10 anos mais cedo.

“O quê? Isto estava fora ads suas expectativas.”

“Obviamente. Embora esta jovem dama tenha lido vários manuais da arte da guerra, o talento em relação à guerra militar desta jovem dama é provavelmente inexistente. Guerra não é algo que um amador deveria se intrometer. Esta jovem dama acredita que é um trabalho que necessita ser avaliado bem minuciosamente antes de ser dado para alguém. Ao invés disso, esta jovem dama recomenda algo como uma curadora de uma biblioteca…”

Eu ri.

Está apenas dizendo isso porque ainda não se entende completamente.

Em um campo de batalha tático, se você enfrentar um inimigo com a mesma quantidade de tropas do que você, suas chances de vencer são 100%. Se suas forças forem menores por 3/10, então terá uma chance de vitória de 80%. Se suas forças forem menores por 1/2, então 60%. Você é uma comandante extraordinária que assegurava vitória mesmo com essas chances não importando o quê.

Até mesmo o herói precisou mobilizar um exército 3 vezes maior do que o seu para conseguir te derrotar. Laura De Farnese, você é o símbolo tanto do medo e pesadelo do continente. Apenas a mera notícia de você estar participando na batalha faria inúmeras cidades levantarem a bandeira branca de rendição.

Uma garota amada pela Deusa da Guerra.

Não, a Deusa da Guerra que tornou-se uma garota.

A garota na minha frente que está inclinando sua cabeça.

“Acredite em meus olhos perspicazes. Você brilhará mais forte segurando o bastão no campo de batalha do que lendo livros. Farei com que a história lembre de seu nome.”

“mm. Esta jovem dama está estranhamente sendo preenchida com confidência.”

Senhorita Farnese deu-me um olhar duvidoso.

“Colocar uma dama de 16 anos em assuntos militares, isso é uma alocação inédita de pessoas. Embora esta jovem dama acredita alguém além de tolice, a resolução de Vossa Senhoria é muito severa. Mesmo se esta jovem dama acabar tropeçando nos assuntos militares, não repreenda muito esta dama, okay?”

“Você é bem cínica. Falarei isto novamente. Acredite em mim.”

Enquanto levemente acariciando a cabeça da senhorita Farnese, peguei um pergaminho do meu agasalho e rasguei-o. Assim que fiz, uma chama vermelha apareceu e atirou-se no céu.

Hora de fugir.

Boooooom—

A chama explodiu como fogos de artifício. Os guardas que estão na rotação noturna devem ter visto. O mercado de escravos lentamente ficou barulhento. As forças de segurança estavam se movendo desesperadamente tentando encontrar o culpado que atirou a chama.

“…ei! Por onde aquela chama…”

“…droga, é do lado dos Methoranums…”

“…porque esses caralhos carregados estão jogando dinheiro por aí…”

De longe, conseguíamos ouvir pessoas gritando e dando ordens urgentemente.

Momentos mais tarde, um grupo de quatro para cinco guardas veio correndo até nós. As tochas que seguravam iluminava os arredores. Os guardas perceberam que a senhorita Farnese estava fora de sua cela.

“Ei! Por que uma escrava está solta sem permissão?”

Um soldado mostrou um rosto amargo. Seus olhos estavam cheios de cautela. Se necessário, ele provavelmente me apunhalaria se precisasse.

Coloquei um sorriso suave em meus lábios e disse para eles se acalmarem.

“Sou um amigo desse mercador de Methoranum deitado logo ali. Estava checando a qualidade de uma escrava com o senhor Giacomo, mas ele acidentalmente rasgou um pergaminho mágico durante o processo. Me desculpo por começar uma tumulto no meio da noite, cavalheiros.”

Os soldados olharam para o Giacomo Petrarch que estava no chão. Ele ainda estava dormindo como um cachorro.

“O que você quer dizer com checando a qualidade da escrava?”

“Bem. Se for para demonstrar, então seria isto.”

Beijei o pescoço da Laura De Farnese.

E assim deslizei sobre seu corpo com minha mão direita e sorri.

Os guardas arregalaram seus olhos enquanto boquiabertos.

“Em alguns dias, esta escrava será vendida ao Conde Roswell no Reino da Britânia. O honorável Conde especificamente ordernou por uma escrava sexual luxuosa. Mas cavalheiros, não seria um enorme problema se a escrava tornasse-se a ser frígida?”

“I-Isso é, mas…”

“Aah. Seja um grande problema ou não. Como vocês todos devem saber, o mercador de Methoranum é bem jovem, então ele é um certo ignorante sobre este tipo de coisa. É por isso que, como seu amigo, estou gentilmente checando-la por ele.”

“…”

Os soldados trocaram olhares entre si. É aparente que estão conflitos. Querem capturar o culpado que atirou a chama, mas ao mesmo tempo, estão preocupados que podem estar perturbando uma tarefa super importante.

“De qualquer jeito, tudo isto é trabalho para o honorável conde. Provavelmente não deveria estar falando isto, mas deixarei todos vocês saberem o segredo. O nome do Conde Roswell é bem alto no reino pelo seu hobby pervertido. Se por alguma chance a escrava for incapaz de satisfazer o Conde Roswell, então quem sabe que punição cairá sobre nós.”

É conveniente usar prestígio em situações como esta. Conde, conde, conde, apenas por repetir esta palavra repetitivamente consigo assustar os guardas. Se vocês se intrometerem comigo, então um nobre será perturbado, sabem? Estão tudo bem com isso? Estava meio que ameaçando-os deste jeito.

“Ah, certo, certo. Mas seja mais cuidadoso com as chamas, certo? Há a chance do mercado ficar turbulento.”

Os soldados recuaram um passo. Para camponeses como eles, um conde é uma autoridade muito além deles. Naturalmente, não iriam querer desnecessariamente provocar alguém assim.

De qualquer jeito, eles devem estar me buscando em breve…

Os guardas estão hesitando.

“Senhor. É, uh, por motivos de seguranças precisamos ficar aqui. Há uma regra de que 2 soldados devem ficar como supervisores sempre que um escravo estiver fora de sua cela.”

“Mm? Vocês podem vigiar do lado de fora dos quartéis.”

“Hehe.”

Os soldados deram umas risadas imbecis.

A hostilidade se foi, mas agora atração apareceu do nada. Não entendo porque estão subitamente agindo desse jeito. Se homens tentarem agir bonitinho e apelarem para mim, tudo que aconteceria é ter meu estômago agitado. Deviam mostrar um pouco de consideração à minha saúde.

Os homens embainharam suas espadas e esfregaram suas mãos.

“Se possível, enquanto estiver checando a qualidade da flor, poderíamos assistir de lado? Hehe, para falar a verdade, nós frequentemente gracejamos entre amigos sobre fazer nossas coisas com essa pequena senhorita.”

“…”

Wow.

Meu rosto começou a distorcer por causa do seu honesto comentário.

O jeito que estes guardas estavam contorcendo seus corpos enquanto suplicando fez-os parecem cachorros abanando seus rabos, o que fez ainda mais desagradável. Por que todos os homens são pervertidos independente da época?

“Não, bem. Também sou homem, então não é como se não entendesse como vocês se sentem, mas…por favor, saiam obedientemente. Não sou um exibicionista.”

“Por favor. Senhor! Não seja assim. Mesmo se estivermos de prontidão como guardas em um mercado de escravos, há várias coisas que não podemos fazer! Sempre que linda dama anda despida, tudo o que podemos fazer é assistir como estátuas enquanto pensando ‘Então isso é uma mulher’, e ‘Então isso é um buraco’, e coisas assim cruzam nossas cabeças. É assim que a vida de uma pessoa deveria ser? Em?”

“…”

Estão me falando sobre um predicamento de que não ligava…

Honestamente, quero perguntar por que deveria ligar…

Os soldados continuaram reclamando com expressões angustiadas em seus rostos.

“Não há lugar nesta área para nos libertarmos, é sempre está de pé, droga. Prostitutas não trabalham aqui com o medo de serem capturadas e transformadas escravas. E até mesmo se quiséssemos ir para Pavia para soltarmos nosso estresse, não temos tempo de sobra para isso. Senhor. Não, chefe! Não estamos perguntando se podemos participar, apenas queremos assistir quietos de lado!”

Subitamente tornei-me o chefe destes homens que estou vendo pela primeira vez.

Cocei a parte de trás da minha cabeça.

Nesse momento, algo veio à minha cabeça. O rosto da Lapis Lazuli. Assim que lembrei do momento que a Lala impediu-me de matar a velha e a empregada, minha mente sentiu-se um certo aprrensivo.

Devo fazer isso? Mostrarei um pouco de compaixão aqui.

“…cavalheiros. Depois de ouvir suas histórias, sinto pena e compaixão por vocês. Embora sinta um pouco de desprezo, isso ainda é humano, então sem problemas. É por isso que especialmente pouparei suas vidas. Certo? Vamos resolver tudo deste jeito.”

“Perdão?”

“—cuidem deles.”

Acenei cm a mão.

Os guardas inclinaram suas cabeças em confusão, e naquele momento.

As bruxas que estavam em prontidão acima de nós rapidamente descenderam e bateram nas nucas dos guardas. Com um ‘Ack’, todos os 5 homens colapsaram ao mesmo tempo. Os movimentos das bruxas foram eficientes.

As bruxas graciosamente desceram de suas vassouras. 11 das bruxas elites, todas As Irmãs Berbere ajoelharam-se em sincronia perfeita.

“Ó representante sagrado e inviolável que simboliza dignidade absoluta, membro da ordem dos 72, que governa sobre todos os demônios. As servas da Deusa Selene receberam o chamado da Vossa Grande Senhoria e apresentaram-se.”

“Bom ver vocês todas. Mas Humbaba, já não nos conhecemos pelo último mês. Não está sendo cerimoniosa demais?”

Falei alegremente com a bruxa líder.

“Preocupo-me que sua mandíbula cairá toda vez que você faz esse seu discurso prolongado sobre sagrado e inviolável e sei lá o quê. DAqui em diante refira-se a mim apenas como lorde e omita todas esses procedimentos civis.”

“Ahaha. Entendido, lorde. Se essa é sua ordem.”

A bruxa chefe sorriu largamente.

Seu cabelo platinado estava amarrado em 2 tranças e levemente se agitava como orelhas de coelho. Não sei com qual princípio estão se movendo, mas é charmoso. Para alguém que aparenta ser um soldado veterano que participou de três massivas guerras, é um certo injusto.

“Então, já que todos estão reunidos aqui, lorde! Por favor, dê-nos seu comando. Enquanto Vossa Senhoria pagar a quantidade apropriada, cortaremos até o nosso cabelo e teceremos em seda.”

É um ditado no mundo dos demônios dizendo que serão liberais com seus serviços modestos.

Puxei a Laura De Farnese para perto de mim.

“Transformem este lugar num inferno.”

“Aha? Por ‘inferno’, Vossa Senhoria quer dizer?”

“Consigo sentir o aroma em algum lugar. O cheiro de gordura emanando das repugnantes massas de carne. É o cheiro de ganância e hipocrisia.”

Coincidindo com o ritmo, falei festivamente.

“Se são porcos, então é apenas apropriada para eles grunhirem em um chiqueiro, e mesmo assim, por que estão tão audaciosamente andando pelas ruas? O que você deveria fazer quando porcos estão arrogantemente tentando imitar pessoas e enfiando seus narizes em todos os lugares?”

“Naturalmente, devemos encravar neles que são porcos!”

As bruxas respondam energicamente.

“Apenas pessoas podem possuir escravos. Aparentemente esses raquíticos estão arrogantemente indo contra as morais das bestas e tentando lidar com escravidão.”

“Por favor, nos dê a ordem.”

As bruxas gritaram juntas em uma voz de deleito.

“Deveremos fazer este lugar de um matadouro esta noite!”

“Sim. O comando que devo dar é matança.”

Peguei um saco de moedas de dentro do meu agasalho e joguei-o.

A bruxa chefe agarrou o saco contendo 100 moedas de ouro. Ela deve ter sentido o quão pesado é. Um radiante sorriso resplandeceu no rosto da bruxa.

“Massacre esses bastardos sem darem sequer a chance de gritarem. Isto não é homicídio. Não deixem suas consciências pesarem seus corações e hesitação dominarem suas mãos. Vocês aquelas que são as lordes de toda a criação, com a autoridade concedida pelas Deusas, massacre esses gados por nossa vasta causa.”

“Ao seu comando, nosso lorde!”

De uma vez só, as bruxas voltaram às suas vassouras e voaram para o alto.

Massivas bolas de fogo então subiram nos céus e caíram sobre o mercado de escravos. Chamas explodiram e pilares de fogo atiraram-se para cima. Humanos gritavam. O massacre começou.

Os soldados entraram em pânico e tentaram retaliar, mas foi em vão. O único tipo de tropas que poderia ir contra a Força Aérea de Magos são os mesmos Magos Aéreos. Seria um caso diferente se tivessem vários arqueiros, mas os guardas do mercado de escravos consiste-se principalmente de infantaria equipados com espadas. Que vergonha. Vocês não podem derrotar bruxas voando nos céus com meras espadas. Apenas obedientemente sejam massacrados como animais.

As forças de segurança rapidamente sucumbiram. Pólvora choveu dos céus e as bruxas espalharam magia de fogo. O mercado de escravos instantaneamente tornou-se um mar de chamas.

“C-Corram! Fujam daqui!”

Depois das forças de resistência organizada forem eliminadas, todo o resto tornou-se nada mais do que uma caça ao peru. Enquanto rindo de alegria, as bruxas mataram os guardas e os civis indiscriminadamente. Seus rostos estão cheios de relaxo. Isto não é uma batalha. Como disse antes, é um massacre.

“Acabou…”

Laura De Farnese murmurou.

Com olhos interessados, ela estava perseguindo os movimentos das bruxas nos céus. Aparentemente ela não sentiu absolutamente nada pelos civis sendo massacrados. Realmente, ela é uma humana com uma cabeça bagunçada.

“Li em um manual de arte da guerra que um único pelotão de magos aéreos bem treinado pode vencer contra um regimento de lanceiros. Depois de ver isto com os próprios olhos desta jovem dama, ela entendeu. Que é impossível para apenas infantaria defender contra as Forças Demoníacas Aérea.”

“Elas são as Irmãs Berbere. Uma das melhores tropas elite no mundo dos demônios.”

“Irmãs Berbere? Não é o nome da unidade que teve um papel realmente ativo nas Forças dos Lordes Demônio durante ambas 7ª e 5ª Guerra Mercuriana?”

Oh, ela conhece elas?

Senhorita Farnese fez uma exclamação enquanto observando o céu.

“Para conseguir ver tropas de elite que vi apenas em livros de histórias com os meus próprios olhos… Isto é bem inspirador. Elas são testemunhas vivas de história com mais de 250 anos de tradição mantida dentro delas. Desejo conversar com elas mais tarde.”

“Uh… Se você ser minha general, então as Irmãs Berbere brevemente estão sob seu comando.”

“O quê? Isso é verdade!?”

Os olhos da senhorita Farnese brilharam fortemente.

Um mínimo de luz retornou aos seus olhos de peixe morto. Senhorita Farnese estava apertando seus punhos pequenos. Senti como um fã que ficou excitado porque acabou de conhecer sua ídolo favorita.

“Isto é magnífico. Não, isto é realmente magnífico! É uma oportunidade para perguntar em pessoa como pessoas viviam há 250 anos. Todo o tipo de informação que não pode ser aprendido através dos livros… Ah, é isso!?”

Ela percebeu algo?

Senhorita Farnese colocou sua mão em seu queixo e começou a murmurar seriamente.

“…demônios normalmente vivem por centenas de anos. Apenas por esse específico fato, eles não são diferentes de livros de história. Se esta jovem dama tornar-se a comandante supremda, então ela poderia usar sua autoridade para chamar estes demônios sempre que quiser… É isso, é isso que tornou-se possível. Há este tipo de mérito!”

Parece que a senhorita conseguiu encontrar seu próprio charme na posição de general.

Mm. Embora tenha parecido absurdo, a variedade de significados dado por um trabalho difere de pessoa para pessoa. Não me intrometerei neste tópico.

“Meu lorde! Esta jovem dama gostaria de saber antecipadamente quanta autoridade ela ganhará como uma general atuante.”

Senhorita Farnese falou em uma voz obviamente viva.

Escolhi as exatas palavras que ela queria ouvir.

“Estarei confiando tudo a você. A liderança, o poder judicial dentre as tropas, e até mesmo a autoridade sobre a vida e a morte, devo presenteá-la tudo isto a você.”

“I-Isso é realmente maravilhoso…slurp.”

Laura De Farnese limpou a baba no lado da sua boca.

Nesse momento, podia vê-la apenas como uma simples pervertida ao invés de uma filha de uma família de duques.

Aparentemente esta senhoria normalmente mantém uma atitude calma e fria, mas quando o tópico envolve algo de sua preferência, ela perde seu controle.

Isto não é simplesmente uma otaku de história…? Não, vamos chamá-la de uma entusiasta de história. Considere a dignidade e hornd a senhorita Farnese.

“Devo jurar minha fidelidade mais uma vez, meu lorde! Seja general atuante ou qualquer outra coisa, deixe para esta jovem dama. Esta jovem dama deverá limpar todos os inimigos que entrarem no caminho de Vossa Senhoria. Desde que milorde conceda liderança e poder judicial a esta jovem dama!”

Senhorita Farnese agarrou a minha mão.

Assim que ela fez, uma mensagem apareceu.

 

[Laura De Farnese foi recrutada como subordinada.]

[O grau de lealdade aparecerá nos status de Lapis Lazuli.]

[Lealdade instável. O outro lado considera você como lorde apenas contratualmente. O outro lado pode te trair a qualquer momento.]

 

Fiz um sorriso irônico.

Depois de ver a janela de notificações finalmente aparecer, tive certeza. Para esta garota a grandiosidade da posição não é de importância. Desde que ela possa satisfazer seu hobby. Apenas isso pode ganhar seu interesse.

Tudo bem.

Uma pessoa com este tipo de personalidade não te trairá inesperadamente. O contrato será firme desde que o princípio de receber e dar seja mantido.

10 minutos desde que o mercado de escravos foi transformado num inferno.

Lapis Lazuli aproximou-se com 6 mercenários atrás dela. Embora a região ao seu redor seja um mar de chamas, seu rosto ainda continua frio. Eu alegremente a recebi.

“Ooh, Lala. Meu amor. Como foi?”

“Incendiamos o posto de guarda e tomamos conta das 36 ‘presas’ que saíram correndo pelo portão principal. Não há inimigos que sucederam em escapar.”

“Bom trabalho. Em uma mínima chance, não podemos ter testemunhas afinal de contas.”

Enquanto as bruxas estavma aterrorizando o mercado de escravos de cima, Lapis Lazuli pegou os mercenários e assaltou o posto de guarda. Podemos flar que foi uma operação de simulação de pequena escala. De qualquer jeito, sucedemos em limpar o mercado de escravos.

“Durante a supressão, três aliados caíram em batalha. Independente disso, Vossa Majestade. Por favor, introduza a dama que está ao lado de Vossa Majestade para esta.”

“Ah, certo. Esta é a senhorita Laura De Farnese que te contei antes. Daqui para frente, você deverá ajudar com os assuntos domésticos enquanto senhorita Farnese ajudará com assuntos diplomáticos. Espero que ambas consigam cooperar juntas como uma carruagem de dois cavalos.”

“Esta entendeu.”

Lapis Lazuli abaixou sua cabeça mecanicamente.

“O nome desta é Lapis Lazuli. Nascida entre uma súcubo Humbaba e um humano sem nome, esta é uma mestiça. Como a camareira chefe de Vossa Majestade Dantalian, esta segura a posição de camareira e mordomo chefe. Esta estará aos seus cuidados.”

“Mm. Esta jovem dama é Laura De Farnese. Posso parecer um pouco estranha sempre que ver algo relacionado a história, mas também estarei aos seus cuidados.”

Senhorita Farnese aproximou-se da Lapis e apresentou sua mão direita.

Lapis Lazuli levemente fraziu as celhas.

“Perdoe esta, mas esta é uma camponesa mestiça.”

Um exilado não é permitido ter contato com os outros.

Uma regra não escrita usado por ambos humanos e demônios.

Apesar disso, senhorita Farnese inclinou sua cabeça de um lado para o outro.

“Mm? Aah, está tudo bem. Não importa. Esta jovem dama também é uma criança ilegítima de uma escrava. Sou a criança que nasceu quando meu pai, o duque, estuprou minha mãe que era uma escrava. Se você quiser discutir sobre a posição social desta jovem dama, seria que esta linhagem não é algo que você possa usar para sair por aí para se gabar, então por favor, não recuse. ”

“…”

Todos ficaram em silêncio pela bomba inesperada.

Ela é uma criança nascida de uma escrava sendo estuprada? Está me dizendo que ela não é uma criança ilegítima de uma serva normal? Enquanto olhávamos para ela com um olhar surpreso, senhorita Farnese soltou um ‘Ah’ e falou.

“Ah, certo. O que esta jovem dama acabou de dizer é um segredo. Esta jovem dama é conhecida publicamente como filha de uma serva para manter a reputação da casa. A mãe biológica desta jovem dama foi envenenada no dia que nasceu. Daquele dia em diante uma babá tomou conta desta. Essa pessoa que é publicamente conhecida como a minha mãe.”

“É uma informação que não estava escrito no relatório…”

Falei amargamente.

Até mesmo em Dungeon Attack era um tipo de segredo que não foi revelado.

Enquanto estávamos nos aborrecendo dos pensamentos sobre o quão suspeito e sombrio aristocracia é, senhorita Farnese pegou ambas as mãos da Lala e sacudiu-as energicamente.

“Já que esta jovem dama é uma caloura, por favor, guie esta jovem dama através de várias coisas. Está tudo bem em chamá-la de irmã Lala a partir de agora?” [NT: é partir daqui que a falta de honoríficos no PT-BT começa a machucar – original era big sister]

“…está tudo bem em referir-se a esta por qualquer coisa.”

“Mm. Então a chamarei de irmã. Irmã Lazuli.”

Ooh.

Lapis Lazuli abaixou suas celhas como se estivesse perplexa.

É a primeira vez que vejo a Lala tendo problemas com outra pessoa além de mim. É um certo divertido.

Hm? Lapis Lazuli deu alguns relances de lado na minha direção. Ela não disse nada em voz alta, mas ao invés disso, moveu seus lábios de um jeito que apenas eu conseguisse entender.

‘Parece que Vossa Majestade recrutou uma garota que é exatamente como Vossa Majestade.’

‘Não. Não negarei, mas não sou indisciplinado como ela. Sou muito mais dócil.’

Se você chegar no nível meu e da Lala, então comunicação por apenas lábios é possível.

‘É esta que está mal-entendendo o significado da palavra dócil? Ou Vossa Majestade tem uma flecha atravessando a cabeça de Vossa Majestade?’

O quê.

‘Esta está em seus limites tomando conta apenas de Vossa Majestade. Mas se existir outra pessoa no mundo que é parecida com Vossa Majestade? Há um limite para pesadelos. A partir daqui, tome conta da senhorita Farnese sozinho, Vossa Majestade.’

‘…’

Estranho. Sinto que o jeito que ela está me tratando está lentamente piorando.

Eu realmente mereci este tipo de abuso da minha vassalo meramente porque durmo por 12 horas, sou íntimo por 4, e trabalho por 8 todos os dias? Não importa como eu veja, é uma cronograma diligente. Lapis Lazuli está sendo muito fastidiosa. Esta súcubo para-sempre-em-menstruação.

Bom, o plano em si terminou sem impedimentos. Deveríamos começar a recuar. Sucedi em trazer a Laura De Farnese à minha facção e livre-me de todas as testemunhas. Um final feliz.

“Vossa Majestade. Por favor, espere um segundo.”

“Mm?”

Foi logo antes de eu sentar na parte de trás da vassoura da bruxa.

Lapis Lazuli chamou por mim e estava apontando em uma certa direção. Perguntei-me qual era o problema, e olhei em direção do lugar que ela estava apontando, e vi Giacomo Petrarch e um bando de guardas idiotas dormindo ali.

“Ainda há sobreviventes. Por favor, tome conta deles.”

“Aah. Esses humanos não têm problema. Deixei-os vivos de propósito.”

“De…propósito?”

Lapis Lazuli inclinou sua cabeça com um rosto de que aparentemente não entendeu.

“Perdoe esta, mas esta não consegue entender as intenções de Vossa Majestade. Há qualquer outro benefício para Vossa Majestade em deixar sobreviventes?”

“Não há benefícios. Meramente estou deixando-os viverem porque quero.”

Sorri.

“Aquele jovem dormindo ali é o Giacomo Petrarch. Ele é um camarada bem puro que foi jogado nesta era selvagem. Esse tipo de humano deve viver. Eles deixam esperança neste mundo como uma folha de papel em branco.”

“…”

Naquele momento, algo estranho aconteceu.

Ao contrário do que esperava ela entender, a dúvida no rosto da Lapis Lazuli cresceu.

“…então, e os outros humanos?”

“Estava patético demais assistir esses idiotas, então concedi-os misericórdia. São camaradas de sorte. Se tivessem agido de forma mais desagradável, suas cabeças teriam voado.”

Sorri.

Lapis Lazuli me encarou.

EM seus olhos que estavam obscuros como o fundo do oceano, sequer um pingo de emoção podia ser visto.

Logo após, Lala acenou com a cabela.

“…então é isso. Esta entendeu. Senhorita Humbaba, por favor, leve a senhorita Farnese e os mercenários até à entrada do mercado de escravos, e esperem lá.”

“Huh?”

Porque Lapis Lazuli repentinamente deu-as uma ordem, a bruxa chefe perguntou de volta.

“Irmos até à entrada primeiro?”

“Sim. Há algo que Vossa Majestade e esta deve discutir em privado. Já que outras pessoas não são permitidas ouvir, por favor, tome responsabilidade e lidere todos para fora daqui, senhorita Humbaba.”

“Eeh. Mas nosso dever é escoltar Vossa Senhoria…”

“Não se preocupe. Não demorará.”

A bruxa chefe virou-se para olhar para mim. Seus olhos pareciam estar perguntando-me ‘Deveríamos fazer como a súcubo ordenou?’. Não sabia exatamente o que estava acontecendo, mas dei suporte à Lala por enquanto.

“Sigam as ordens da camareira chefe.”

Estabelecer a autoridade de um vassalo em frente dos outros subordinados é importante. Não há ninguém que seguirá um rei que desrespeita seus vassalos.

As bruxas foram-se ao céu noturno e voaram.

Os únicos sobrando nas ruínas do mercado de escravos agora são apenas eu e Lapis Lazuli.

Inclinei minha cabeça.

“Qual o problema de repente? Você sequer me consultou antecipadamente.”

“…”

Lapis Lazuli não respondeu.

Pode ter sido minha imaginação, mas apareceu que sua compleição esfriou.

Conforme seu silêncio se estendia, a ansiedade em meu peito também se espalhava. Era quase como se uma lagarta estivesse lentamente rastejando-se sobre a superfície do meu coração.

Chamei-a em voz baixa.

“Lala?”

Silêncio novamente.

Ao invés de dar uma resposta, Lapis Lazuli começou a andar. O ritmo não era rápido. Com lentos, porém bem distintivos passos, ela aproximou-se do Giacomo Petrarch e os guardas.

Shiiiing

Lapis Lazuli desembainhou uma espada de um dos guardas.

“Espera, Lala. O que você…”

Sem dar-me uma chance de pará-la.

Lapis Lazuli balançou a espada e apunhalou o pescoço do guarda.

“O quê…?”

A lâmina enterrou-se fundo na carne humana.

Lapis Lazuli não parou ali. Depois de libertar a lâmina, ela imediatamente apunhalou outro guarda. De desmaiados, os guardas caíram para o sono eterno em um instante. Quando eu pude finalmente entender um pouco da situação que estava acontecendo diante de mim, Lapis Lazuli comeceu seu terceiro assassinato.

“O que você está fazendo, Lazuli!?”

“Fazendo o que deve ser feito.”

“O que precisa ser feito…?”

Até para mim, alguém que normalmente nunca entra em pânico, não consegui recuperar meus sensos tão rápido nesta situação.

“O que isso significa? Explique para que eu possa entender!”

Embora tendo obviamente ouvido meu grito, Lapis Lazuli não parou sua espada. A ponta afiada da lâmina cortou a garganta do quarto guarda. Sangue jorrou como uma fonte e cobriu a pele branca da Lala.

“Você… Pare neste instante!”

“Perdoa esta, mas esta não pode seguir essa ordem.”

“Lapis Lazuli, estou te avisando. Se você mover-se sequer um fio de cabelo, se você ignorar-me mais uma vez, juro por Zeus! Eu pessoalmente cortarei sua carne!”

Schunk

Depois de matar o último guarda.

Lapis Lazuli silencionsamente virou-se para olhar para mim.

O silêncio fedendo à sangue fortemente pesou no ambiente.

Incerto do que dizer, meus lábios tremeram. Não consigo entender o comportamento de outras pessoas.

…o plano terminou sem impedimentos. Obtivemos um sucesso satisfatório. Depois de cobrir o incidente aqui no mercado de escravos como se outra organização tivesse por trás disto, retornaríamos casualmente. Subsequentemente para atravessar o continente e voltar ao meu castelo, isso que era quando as batalhas para as verdadeiras preparações começariam. E tudo depois disso aconteceria lindamente.

Mas por quê?

“…por que está indo contra as minhas ordens? A operação acabou. Está tudo indo suavemente como planejado. Do que está descontente? Por que está executando este massacre sem sentido?”

Minha voz tremeu por causa do senso de traição.

O motivo que poupei estes guardas, que eu originalmente planejava matar, foi apenas porque estava considerando a Lapis Lazuli. Ela desgosta de matanças sem sentido. É por isso que fui contra as minhas preferências para por pouco conseguir ter misericórdia.

E mesmo assim, por quê?

Lapis Lazuli abriu sua boca.

“Vossa Majestade. Por favor, pare de brincar.”

“O que você disse?”

“Massacre sem sentido? Por favor, explique para esta se qualquer uma destas mortes foram sem sentido.”

Lapis Lazuli gesticulou para o seu arredor.

Tudo estava queimando. As únicas coisas que sobraram foram molduras de ferro das celas. Abaixo disso estavam cadáveres e montanhas de carne queimando no inferno.

“Vossa Majestade nos ordenou para matar os guardas, os civis, e até mesmo os escravos sem discriminação. A razão está clara. Para não deixar evidências que Vossa Majestade visitou aqui.”

Lapis Lazuli olhou para mim.

“Apenas por essa razão, 150 humanos e 50 demônios morreram esta noite. Mas depois de vir tão longe e agora querer poupar 6 pessoas? Esta é incapaz de entender não importando o quanto esta tenta. Então, por favor, Vossa Majestade, explique para esta tola.”

“…”

“Há qualquer morte sem sentido aqui?”

Uma pergunta quieta.

E ao mesmo tempo, um comentário frio sem fio.

“O Lorde Dantalian que esta jurou lealdade é um de coração frio e cruel. Se por alguma rara chance ele estivesse ameaçado, Vossa Majestade é meticuloso o suficiente para não tratar levianamente até mesmo a menor das ameaças. Para onde está pessoa foi? Para onde o lorde desta desapareceu?”

“Não. Não é isso. Eu estava…”

“Vossa Majestade perdeu sua visão? Depois do surto da Peste Negra, tornar-se um dos Lordes Demônio mais ricos do continente aliviou a mente de Vossa Majestade? Vossa Majestade. Misericórdia e generosidade é um privilégio apenas para os fortes. Os fracos não têm o direito de mostrarem misericórdia. Vossa Majestade já tornou-se poderoso?”

Lapis Lazuli falou planamente com todo o respeito.

Com olhos sem emoções.

Ela olhava diretamente para mim.

Por algum motivo, esse olhar congelou o meu coração.

“Lala.”

“Esta deverá listar todos os fortes indivíduos que conhece. Rank 1º, Lorde Demônio Baal, é forte o suficiente para começar uma massiva guerra por conta própria. Rank 2º, Lorde Demônio Agares é forte o suficiente para aniquilar um exército inteiro por si. Rank 5º Lorde Demônio Marbas controla o mundo político, Rank 8º Lorde Demônio Barbatos tem guerreiros imortais leais a ela, e rank 9º Lorde Demônio Paimon tem o suporte de todos os cidadãos do mundo dos demônios. Esta deverá perguntar. O que Vossa Majestade Dantalian tem?”

Tenho ouro.

Tenho nada porém ouro.

“Vossa Majestade prometeu a esta que ela seria capaz de desfrutar da mais alta autoridade. Isso por si está tudo bem. Esta dirá a Vossa Majestade claramente. A quantidade de autoridade que Vossa Majestade atualmente tem ainda está lá embaixo. Lorde Dantalian. Vossa Majestade já está satisfeito de ter-se tornado uma pessoa de poder?”

Não consegui responder.

“…”

Lapis Lazuli virou-se de costas e levantou sua espada mais uma vez.

Depois de matar todos os guardas, a única pessoa sobrando era o Giacomo Petrarch.

O jovem com uma alma tolamente pura.

Forcei minha boca a se mexer.

“…Lazuli. Não era isso que queria. Eu simplesmente pensei que seria okay mostrar generosidade de vez em quando. Não é isso que você queria de mim?”

Lapis Lazuli parou.

Ela virou sua cabeça para olhar para mim.

Esperando resolver o mal-entendido, falei.

“É verdade. Você não parou-me quando tentei matar sua mão e punir a empregada? É por isso que julguei que você não desgostaria disto.”

“Isso é incorreto.”

Lapis Lazuli sacudiu sua cabeça.

“Isso é perfeitamente incorreto, Lorde Dantalian. Aparemente Vossa Majestade não sabe que tipo de pessoa esta é. Esta está desapontada.”

“Lala…?”

“Se Vossa Majestade acha que esta é parecida com uma donzela de classe média, então Vossa Majestade está fortemente enganado. Esta deverá mostrar claramente a Vossa Majestade que tipo de pessoa esta é.”

Lapis Lazuli levantou a espada alto no ar.

E assim.

 

[A afeição de Lapis Lazuli diminuiu por 1.]

 

Ela balançou a lâmina.

A espada aterrou exatamente no centro do pescoço do Giacomo Petrarch. De novo, a Lapiz Lazuli balançou a lâmina. Uma vez. Duas vezes. A lâmina golpeava sem parar. Mesmo com a pessoa tendo morrido instantaneamente, Lapis Lazuli não parou. Sangue jorrava e manchava seu corpo.

“…pare.”

 

[A afeição de Lapis Lazuli diminuiu por 1.]

 

“Pare, Lazuli.”

 

[A afeição de Lapis Lazuli diminuiu por 1.]

 

“Sangue não está sujando seu rosto? Você pode parar agora…”

 

[A afeição de Lapis Lazuli diminuiu por 1.]

 

Como um cachorro seguindo a própria sombra.

Ela continuava cortando o cadáver.

Cada vez que ela fazia, sentia como se fosse parte da minha mente.

Pergunto-me quanto tempo passou.

Lapis Lazuli cessou.

O efeito de som que continuava tocando que nem louco até um momento atrás não podia ser mais ouvido.

 

Nome: Lapis Lazuli

Estâmina: rank E
Poder: rank D
Defesa: rank F

Afeição: 0

 

É porque a afeição da Lapis Lazuli bateu no 0.

Porque chegou no ponto que não podia cair mais, se aquietou.

Ela se curvou e pegou algo.

Era a cabeça do Giacomo Petrarch.

“Por favor olhe, Vossa Majestade.”

Lapis Lazuli falou.

“Lembre a expressão deste homem. Lembre de seus olhos brancos e sua boca estupidamente aberta. Olhe para seu falecimento desagradável depois de ser morta tão facilmente pelas mãos desta. Se acontecer de Vossa Majestade esquecer que ainda é fraco, então Vossa Majestade será forçado a lembrar por outra pessoa.”

“…”

“Quem essa outra pessoa é pode ser Paimon ou Barbatos. Nesse momento, o rosto de Vossa Majestade não será diferente do deste homem.”

A chama queimando brilhantemente para o lado refletiu o rosto da Lapis Lazuli.

A luz iluminou seu corpo e jogou uma sombra completamente escura do seu outro lado.

Ela era o ponto central. Com ela no meio, a luz e a sombra estavam divididos no meio.

Lapis Lazuli levantou-se exatamente no centro. Fazendo assim, ela demandou que eu fizesse o mesmo.

“Por favor, grave este momento no cérebro de Vossa Majestade.”

Resistindo um prolongado momento de silêncio.

Por pouco consegui cuspir minhas palavras.

“Lazuli.”

“Sim, Vossa Majestade. Por favor, fale.”

“Você é uma mulher diabólica.”

Como se fosse óbvio.

Lapis Lazuli concordou.

Uma gota de sangue carmesim escuro escorreu até sua delgada mandíbula e pingou.

“Até agora, o que Vossa Majestade achava que esta era?”

 

 

 

 

▯O Mais Fraco Lorde Demônio, Rank 71º, Dantalian
Calendário do Império: Ano 1505, Mês 9, Dia 20
Niflheim, Palácio do Governador 

 

Cera pingou da vela.

É noite. O céu do lado de fora da janela já estava escuro.

Falei enquanto olhando à suave queimando vela.

“Pergunto-me o que fiz de errado.”

“…”

“Enquanto viajando pelo ar de Pavia até o Império de Habsburgo, e até o meu castelo na Montanha Negra, Lapis e eu não trocamos sequer uma palavra. Minha cabeça está turbulenta.”

Levantei minha cabeça.

Barbatos estava sentado no sofá oposto a mim.

Suas celhas estavam no formato de um 八, e seus lábios estavam retraídos como se fosse dizer algo, exceto, Barbatos estava incapaz de dizer sequer uma única palavra. Em algum ponto da minha história, ela se esqueceu de beber álcool e estava apenas olhando para o meu rosot.

Sem palavras.

Literalmente.

“Eu definitivamente me resolvi. Que se a Lapis sair da linha mais uma vez, mostrarei o seu lugar. Mas assim que aconteceu, fosse raiva ou sei lá o que, todas emoções desapareceram e deixaram para atrás apenas confusão.”

O que exatamente Lapis estava esperando.

“É porque eu não consegui entender. Lapis tentou me parar quando tentei matar a velha. Ela me parou novamente quando tentei matar a empregada. Não é estranho? Não é? Barbatos, isso é anormal.”

Levantei os cantos da minha boca.

Planejava sorrir, mas minha boca se contorceu no lugar.

Para Barbatos, meu estado atual deve parecer incrivelmente impróprio.

Como prova de que minhas emoções estavam escapando do meu controle, deixei assim.

…por agora, é bem melhor deste jeito.

“Se ela quer que eu seja um vilão cruel. Se o pedido da Lala para mim é tornar-me um vilão cruel…então ela teria me deixado do meu jeito. Quando tentei matar aquela velha, e quando tentei matar aquela empregada. Teria sido certo deixar-me fazer o que queria nesses momentos. Desse jeito suas ações teriam feito mais sentido, certo?”

“…certo.”

“Por que ela pediu mara eu mostrar piedade algumas vezes, e pedia para eu ser violento em outras? O que ela quer de mim? Comecei a ficar depressivo sempre que penso nisto…”

Cobri meus olhos com a minha mão.

“Barbatos. Acredite em mim. Eu planejava considerar qualquer coisa que a Lapis me pedisse. Se Lapis me pedisse para tornar-me um lorde piedoso e generoso, teria seriamente cumprido. Se ela me pedisse para tornar-me um tirano cruel, então de bom grado teria aceitado isso também. Estava preparado. Estava preparado para andar junto a ela. É verdade.”

“…”

“Entretanto, não posso ser ambos. É impossível. Andar dois caminhos diferentes ao mesmo tempo simplesmente não é possível. Então, que outra opção faltava? Hm? Mover de acordo com a vontade de Lapis, é a única opção que restou?”

“…”

“Isso é impossível também. Essa é a ação mais absurda que poderia tomar. Até mesmo eu tenho uma linha final. Poupar as pessoas quando a Lapis me pede, matar as pessoas quando a Lapis me pede… Não posso me tornar uma marionete dessas para ela. Nunca.”

Isso significa morte para mim.

Sem dúvidas, o relacionamento entre a Lala e eu está colapsando.

Mesmo depois de retornar para o castelo, nós não tivemos uma única conversa. Nossa vida na cama naturalmente desapareceu também.

Pelas preparações contra o exército de 2 mil que nos invadirá, fizemos planos e arranjos, mas é isso.

Trocas de palavras eram mantidas no mínimo.

Conversas técnicas e de negócios.

Excluindo essas, nenhuma outra palavra era trocada entre nós.

Tempo passou-se impotentemente.

Barbatos falou.

“…vamos descansar um pouco, Dantalian.”

O sarcasmo e desprezo que ela mostrou inicialmente não estava mais em nenhum lugar.

Havia uma fraca tristeza e uma clara hesitação sobrando em seu rosto.

O motivo por sua tristeza estar fraca é porque ela está fazendo seu melhor para não mostrar simpatia por mim, e a razão de sua hesitação estar clara é porque ela se segurando para não dar nenhum conselho precipitado. Apenas por essa expressão, consigo dizer que Barbatos é uma boa mulher.

“Descansar.”

“Seu idiota. Já está de noite. Você esteve falando por várias horas já. Sua voz está rouca e seu rosto está podre como de um cadáver.”

Eu vagamente tirei um espelho de mão e olhei para baixo.

Como Barbatos disse, meu rosto está drenado como de um zumbi.

Aparentemente me afundei excessivamente no meu papel.

“Certo…eu deveria descansar.”

“Você não tem nada para beber?”

Barbatos balançou sua garrafa com sua mão direita. Seu taça está vazia. Ela sorriu como uma criança mal-humorada.

“Agora que pensei, este não é um rapaz engraçado? Ei, Dantalian. Estive cortesmente escutando seus problemas amorosos por tempo já, mas você sequer me serve álcool direito? Para um bastardo que fez uma puta quantidade de dinheiro vendendo ervas negra, o que é isso? Vai afastar as pessoas se continuar assim.”

“Haha.”

Ela provavelmente está levemente provocando para mudar o ambiente.

Consegui sentir a pequena consideração vindo da outra pessoa.

Sem dúvidas, Barbatos é uma boa mulher.

Numa vida tediosa, consideração é como sal. Não importa o quão sem graça a vida seja, se adicionar um pouco de sal, tornaria-se ao menos um pouco apetitoso. Barbatos sabe como utilizar isso apropriadamente.

“Claro, eu sabia que você ficaria assim.”

“Hmm. E o que você quer dizer com assim?”

“Espere um momento. Trarei algo que você com certeza vai gostar.”

Aproximei-me de um canto da sala de recepções e peguei uma garrafa do gabinete. Uma garrafa de vinho. Depois de demonstrar a garrafa à Barbatos com um ‘tadah’, seu rosto congelou imediatamente.

“N-Não me diga que. Isso não é o que penso ser, é?”

Diferente do seu usual, as palavras da Barbatos tremeram.

Arreganhei.

“A região mais famosa do mundo dos demônios que fermenta vinhos luxuosos, O Inferno da Primavera de Fogo. Dentre as áreas daquela região, a garrafa da melhor qualidade que só é criada uma vez por ano no território do Conde Lava. Vinho dentre vinhos. Feito no 1101º ano de Balleleunium, o vinho que foi fabricado em comemoração da 2ª Guerra do Vietnã. É o produto genuíno que amadureceu por 400 anos.”

“Isso é ridículo!”

Barbatos gritou.

“É um vinho de alta qualidade que até mesmo o velho do Baal tem dificuldade de conseguir!”

“Coloquei um pouco de esforço.”

Para ser exato, usei o esforço do Ivar Lodbrok.

Isto é um claro exemplo que mostra como deixa a vida mais conveniente ter várias conexões pessoais.

“Deuses, isso é insano! Isso é genuíno? Isso não é genuíno, né?”

Barbatos já tinha se levantado do sofá neste ponto.

O amor por vinho da Lorde Demônio Barbatos é bem conhecido.

Ela se considera a maior bebedora, e outros Lordes Demônio a reconheceram como a bebedora mais forte dentre eles. Para ela, este vinho é como o Santo Graal. Despindo-se de modos e dignidade, ela veio correndo até mim.

“Me dê isso!”

“Claro. Aqui.”

Joguei a garrafa alto no ar.

Levemente, como se estivesse brincando com uma bola.

“Kyaaaaaaaak!?”

“Dê o seu melhor para pegar por conta própria.”

“Seu fodido maluco—!?”

Barbatos instantaneamente utilizou magia para pegar a garrafa que estava alto no ar. Pelo que pude compreender, 3 camadas de magia negra se ativaram ao mesmo tempo.

Primeiro, Barbatos se agachou e pulou mais de três metros no ar. Uma névoa negra apareceu no espaço vazio perto da garrafa e enrolou em volta dela. Graças a isso, a caída da garrafa desacelerou. Seguindo isso, uma mão invisível apanhou o vinho.

Se outros magos testemunhassem esta cena, eles provavelmente não conseguiriam segurar seus espantos. Primeiro motivo, o fato de que três camadas de magia foram ativadas ao mesmo tempo. Segunda razão, o fato de que três camadas de magia sucederam em se ativarem sem quaisquer encantamento. E o motivo final, o fato de que esta grande técnica em magia foi usada meramente para assegurar uma única garrafa de vinho.

Claro, é óbvio que Barbatos não liga o que outros magos pensam dela. Seu todo estava focado naquele ‘1101º ano de Balleleunium’. A habilidade mágica que ela treinou e treinou pelos últimos 500 anos da sua vida, neste momento, foi usado numa garrafa de vidro com metros dez centímetros de diâmetro. Pergunto-me se até mesmo as Deusas ficariam movidas por sua concentração.

Finalmente, a garrafa estava em suas mãos e ela aterrissou seguramente no chão.

“Uaaaaaaaah!”

Barbatos levantou a garrafa de vinho no ar com ambas mãos. Como um jogar de basquete que se sucedeu em acertar um tiro de rebote durante um momento decisivo.

Neste momento, ela é sem dúvidas, a dominadora do terreno.

“Você viu isso, porra! Esta é a grandiosidade da fodendo rank 8º Barbatos—!”

“Mm.”

Inconscientemente deu um aplauso.

“Não tenho certeza, mas aparentemente acrobáticas incríveis aconteceram.”

“Dantalian, seu filho da puta!”

Barbatos me encarou ferozmente.

“Porcos como você não têm os direitos de beberam sequer uma gota desta delicadeza. Como você ousa jogar este Balleleunium como um brinquedo de criança! Aaaang!?”

Isso é incrível. Para uma pessoa que mal aparenta ter 13 anos, uma aura aterrorizante está saindo de seu olhar. Se não fosse pela garrafa de vinho sendo segurado desesperadamente em seus braços como um tesouro, eu provavelmente estaria bem apavorado. Sim, sério.

“Puta merda! Eu realmente não consigo acreditar. Vinho que amadureceu por 400 anos! O fermentador, usando a magia mais especial no mundo, um feitiço mágico criado especificamente para os propósitos de preservar vinho, relançaria o feitiço sempre todo meio mês. Este vinho que foi preservado através de gerações, para por pouco conseguir se tornar o produto final que é agora! Para você jogar este vinho que sequer é lançado nos mercados, e presentado apenas para indivíduos que o arquiduque da Primavera de Fogo pessoalmente julga ser o mais nobre e bonito! Para jogá-lo como um filho da puta! Seu bastardo, seu valor não equivale sequer à poeira em garras de corvos!”

Acenei com a cabeça.

“Apenas me certifiquei mais do quão bebedora você é.”

“Não sou uma bebedora. Simplesmente amo beber, seu idiota débil mental!”

Enquanto rangindo seus dentes, Barbatos olhou para a garrafa de vidro. Uma energia mágica negra fluía de suas mãos. Ela provavelmente estava checando se o vinho é genuíno ou não através de magia.

“!?”

Barbatos soltou um suspiro.

Sua expressão tornou fina como o rosto de Edvard Munch em O Grito.

“V-Você… Se isto não for a coisa real, então realmente, não te deixarei pelo crime de enganação…”

“Deixarei você ter o primeiro gole.”

“—!”

Barbatos soluçou.

“Mas o primeiro gole…t-tem o melhor gosto, você sabe?”

“É por isso que deixarei você tê-lo.”

Dei-lhe um enorme sorriso.

Para ela, agora, sou um anjo.

Provavelmente pareço radiante como um santo que recebeu as palavras dos Deuses.

“Não somos amigos, Barbatos?”

“Dantalian…”

Barbatos olhou para cá com olhos tocados.

“Você pode ser um filho da puta, mas você é um bom filho da puta.”

“…embora eu esteja consideravelmente aflito se eu deveria ou não levá-lo como um elogio, mas pela cortesia, recebei como u elogio.”

“N-Não é hora para isso. Taça de vinho. Onde você deixou minha taça de vinho!?”

Barbatos balançou seus braços freneticamente. Assim que fez, o copo de vidro que estava rolando pelo carpete do chão flutuou logo para sua mão. Barbatos engoliu seco.

“B-Bom, Balleleunium 1101. Mostre-me o aroma da sua pele sensual.”

“Embora eu ache que o que é sensual não é o vinho, mas sim o interior da sua cabeça…”

“Cala a boca.”

Barbatos começou a cantar uma magia. Posso garantir que de todas as magias que testemunhei até agora, esta é a mais inspiradora de todas elas. O motivo por trás disto é porque ela é magia realmente inútil. Esta magia, como um feitiço-remove-cortiças, estava sendo cantado puramente para remover a cortiça. Enquanto murmurava o encantamento do feitiço, a cortiça lentamente começou a subir, até que finalmente, com um ‘pop’, a cortiça se atirou.

Barbatos levou a boca da garrafa para perto de seu nariz e inalou.

“…”

Ah. Esse é o rosto de alguém que acabou de perder seu juízo.

É como se sua consciência tivesse pulado 500 metros no céu.

Embora sequer tenha experimentado o álcool, o rosto da Barbatos já estava encoberto de felicidade.

“E-Então o Paraíso realmente existe.”

“Como a pessoa que presenteou-lhe isso, estou bem feliz que você está tão agradada só pelo seu aroma. Vá em frente e beba-o.”

“Beber? Isto…?”

Barbatos começou a tremer com a garrafa de vinho e o copo de vidro em suas mãos.

“Dantalian, você não sabe o valor deste item. Como você poderia beber este tesouro? Você não bebe tesouros. Você sequer supostamente…”

“Pensei que você disse gostar de álcool. O álcool da melhor qualidade está aqui. Você ainda não vai bebê-lo?”

“Keuuk…!”

Barbatos distorceu seu rosto em desespero.

“Que contradição é esta? Porque amo álcool mais do que qualquer outro, porque desejo o Balleleunium. Mas porque eu amo álcool mais do que qualquer outro, por causa disso, não posso beber o Balleleunium! Um paradoxo! Uma agonia! É isso que a vida é…!?”

Um pouco mais fundo e ela descobriria a verdade do universo.

O carisma de Vossa Majestade Barbatos estava despedaçando-se por causa de uma única garrafa de vinho.

“Dê-me aqui. Colocarei para nós.”

“C-Certo.”

Barbatos obedientemente passou-me sua taça.

Seguindo a etiqueta de beber, eu cortesmente coloquei o vinho com um braço. Com uma compleição bem nervosa, Barbatos assistiu a taça ser enchida pelo líquido escarlate. Seriamente pensei que ela me executaria se eu derramasse uma única gota.

“Saúde.”

“Sa…Saúde.”

Clink

Um som claro ressonou quando nossas taças colidiram. Como aprecio beber vinho de um modo relaxado, Barbatos me encarou inquietamente.

“É-É bom?”

“Bem, claro que é bom.”

“Como é o gosto, hm? Descreva com o máximo de detalhes que conseguir.”

“…não sei por que você está me perguntando se pode beber por si.”

“Porque seria um desperdício…”

Retraio minha declaração anterior.

Barbatos é uma mulher sem esperanças.

“Hoo haa. Hoo haa.”

Barbatos começou a respirar profundamente. Ela até mesmo começou a murmurar para si ‘isto não é nada mais do que vinho vermelho’. Pergunto-me se murmurar teve algum efeito já que sua compleição ficou mais relaxa. Se for para eu disser algo do meu ponto de vista pessoal, diria que honestamente considero-a louca.

E finalmente, Barbatos colocou sua taça em seus lábios e bebeu um gole do vinho. Seus olhos permaneceram-se fechados por um extensivo período de tempo. Então, seus ombros começaram a tremer e ela repentinamente começou a chorar.

“Uwaah… Fiz bem em sobreviver. Foram tempos difíceis. Foi difícil ver estes 500 anos, mas, uwaah, e realmente fiz bem em sobreviver por tanto tempo.”

“…claro.”

Até mesmo eu fiquei aturdido nesta situação.

Barbatos estava tomando goles do vinho enquanto derramando lágrimas quentes. A coisa surpreendente é, enquanto estava bebendo, o processo de sentir a fragrância do vinho através do seu nariz, o processo de saborear o vinho com sua língua, etc, ela devotamente garantiu de completamente executar todos os procedimentos de degustação. Embora ela seja insana, ela é racionalmente insana.

“Me dê isso.”

Barbatos instantaneamente esvaziou sua taça e forçadamente pegou a garrafa de mim. Sem conseguir resistir, passei a garrafa de vinho para ela.

“Heueuk. Heuk, gulp.”

Enquanto chorando.

“Uwaaah.”

Encho outro copo.

“É bom. É tão bom, porra.”

E chorou de novo.

Uma cena bem sincera estava acontecendo na minha frente.

A imagem de uma garota com a aparência externa de 12 anos estava berrando enquanto enchia seu copo e bebia álcool. Se for para colocar em bons termos, isso é surreal. Se for para colocar em termos ruins, ela é consideravelmente maluca.

Falei.

“Por que está fazendo tão pouco apetitoso para os outros por xingar e beber? Eu pensei que você disse que é bom.”

“Heueuk. Por mais que seja delicioso, sempre que você bebe, a mesma quantidade que você bebe também desaparece da quantidade total. É realmente, uma porra. Além disso, as pessoas dizem que você não consegue discutir este sentimento com alguém que não lacrimejou bebendo Balleleunium.”

Um ditado que te deixa seriamente suspeito de sua origem…

De qualquer jeito, sucedemos em mudar o ambiente entre nós.

Originalmente, por causa da constituição de um Lorde Demônio, é possível beber a quantidade que quiser de álcool e não ficar embriagado. Graças à circulação de mana em nossos corpos que automaticamente limpa a intoxicação. Entretanto, de acordo com a Barbatos, ao ‘receber’ o Balleleunium, é considerando uma grande descortesia em não ficar bêbado por ele. Barbatos propositalmente parou a circulação de mana em seu corpo permitiu-se ficar intoxicada.

Álcool é aterrorizador.

“E então? O que acontece depois?”

Barbatos falou um leve vermelho em seu rosto. Aparentemente ela está bêbada exatamente na quantidade apropriada.

“Depois de escutar sua história, esse não foi o ponto em que você quebrou, certo? Então isso significa que há outro momento decisivo. Solte tudo, criança. Já que fui saborear do gossto do Balleleunium, tomarei responsabilidade de você até o fim.”
“Estou agradecido.”

Sorri amargamente.

“Devemos saudar primeiro?”

“Aaa, sim. Saúde!”

Conforme o brinde continuava, a noite escurecia cada vez mais. Através da janela da sala de recepções, uma coruja piou. Consegui mover meus lábios com mais facilidade do que antes, e Barbatos harmonizou mais ainda no entusiasmo.

“Primeiro, o exército invadiu meu castelo.”

“Hou, então a mensagem era real.”

“Aah. Embora o número estava faltando um pouco comparado com o que estava escrito…”

Com um ‘ding.’

O relógio de pêndulo no primeiro andar do palácio do governador tocou devagar.

Notificando a todos que são meia-noite.

Nome: Laura De Farnese
Raça:trong> Humana
Emprego: Escrava(A+)
Reputação: Primeiramente Examinadora

Liderança: S / Poder: D / Inteligência: A
Políticas: F / Charme: S+ / Técnica: A

Títulos: 1. Criança Ilegítima 2. Gênio 3. Psicopata
Talento: Bibliografia S, Música A-, Compositora B
Habilidades: Crescimento Rápido(A+)

[Conquistas: 1]

 

[Capítulo Anterior]             [Índice]            [Próximo Capítulo]