Rewrite: Patch de Tradução Completo

Rewrite: Patch de Tradução Completo

“Um dia, eu percebi que não tinha nada. Achei que os meus bolsos estavam cheios de felicidade, mas na verdade estavam vazios. Isso não deveria ser uma surpresa, já que nunca me esforcei para preenchê-los.”Tennouji Kotarou

      Olá, caros amantes de Visual Novel, hoje venho lhes trazer a tradução completa para Rewrite. Foram dois anos de trabalho duro e, sinceramente, não sei nem por onde começar. Vamos começar colocando uma música, é bom relaxar afinal. Minha escolha do momento é Daisy.

Você pode conferir a tradução completa na página do projeto: Rewrite. A postagem seguinte é um resumo do projeto e algumas palavras de cada membro.


 

Meowing

Andando pela rua você vê um pequeno prédio, e em uma plaquinha velha logo ao lado: Meow Works. Ao adentrar o lugar você percebe sua simplicidade, simples mas elegante. Movendo a sua visão ao redor da entrada você avista uma mesa, sobre ela uma placa, nela está escrito: Recepção/Contato.
— Pois não, no que posso ajudar? Meow?
(M-Meow?)
Seus olhos são puxados à pessoa detrás da mesa, é uma garota… com orelhinhas de gato. Mas antes que pudesse analisar sua aparência em seus mínimos detalhes outra voz chega aos seus ouvidos.
— Pode deixar—Yuume, eu tomo conta disso.
Oh, outra pessoa apareceu, e a propósito, você a conhece.
— Você ouviu sobre o lançamento do patch final e veio se informar, não foi? Huhu’ Dá pra ver pela sua expressão, vamos—suba, comprei umas bebidas pra gente comemorar.
Você o segue e, após subir as escadas chega em uma sala com alguns sofás e uma mesa redonda no meio. É uma sala simples, mas a sua elegância é de impressionar.
— Aqui, tome, é a sua bebida favorita, não? Pode sentar aí onde quiser, fique à vontade.
Ao ouvir essas palavras você vai em direção ao sofá mais a esquerda da sala, se senta, e então abre a bebida. Você toma o primeiro gole, sente o líquido descer pela garganta, e então olha para a pessoa que te convidou—sentada no centro da sala.
— Bem, acho que estamos preparados agora, certo, aventureiro?
Essa pessoa abaixa a cabeça, faz uma expressão nostálgica e então—

“Quando começamos isso no final de 2014 tudo parecia tão distante, tantas coisas para fazer e tão poucas pessoas para ajudar. Depois miar com algumas pessoas e não encontrar um revisor, fui pedir a um grande amigo meu, o Seiya, para me ajudar, ele já tinha trabalhado em alguns fansubs por aí, então achei minhas chances mais altas do que o normal. Heh, nossa conversa provavelmente foi algo como “Cara, ferrou, preciso de uma ajuda que vai custar boa parte da sua vida.” e ele dizendo “Que merda hein”. E assim, o Seiya entrou no navio—que a propósito—não é qualquer navio.
Felizmente não demorou muito até outro bro chegar, um carinha aleatório com o nome de Odnan apareceu, “Hey, deixe-me traduzir”—ele disse. Pouco eu fazia ideia do personagem que me aparecia, heh. Ao longo desse tempo ele deve, muitas vezes, ter me chamado ‘vulgar’ em sua mente, ou como ele gosta de dizer: “はああ… やっぱり低俗な人だ…”. De qualquer forma, essa ajuda foi muito bem vinda, pude encaminhar os arquivos da rota comum pra ele e ajustar o curso do navio.
Não demorou muito até aparecer outro condenado, dessa vez o LM, yeah, esse carinha que passa uma impressão de mafioso. Ele chegou dizendo como gostava de Rewrite e, que Rewrite tinha mudado a sua vida, especificamente—que a rota da Lucia tinha mudado a sua forma de ver VNs. Logo após ser aprovado eu encaminhei a rota da Chihaya pra ele fazer. Nesse ponto, nosso objetivo estava ficando claro, nos organizando e tendo vontade—certamente terminaríamos Rewrite. Então algo aconteceu, esse algo sendo o Zin pedindo para sair da equipe.
Zin Ogre, remanescente da equipe do Sigma Subs, ele ajudou em uma parte da rota Lua e então pediu para sair. Segundo ele, não dava mais para ajudar, Monster Hunter estava acabando com ele, sem muito o que fazer, eu disse OK. Nisso já estávamos em julho de 2015.
2016 começou sem grandes acontecimentos, boa parte da rota comum já estava pronta e tinha sido liberada no patch sem revisão do mês de dezembro do ano anterior. Eu tinha pegado a rota da Akane e ficado com o restante da Lua. Infelizmente nunca pude dedicar muito tempo para ambas, além de outras coisas para fazer, a quantidade de imagens que Rewrite tem consumia boa parte do meu tempo, por conta disso a rota da Akane demorou mais que o previsto para ficar pronta. Sem contar o desânimo que bate muitas vezes, mas—hey, é um sentimento que já estou acostumado.
Foi aí que então que em uma das minhas aventuras pela internet eu encontrei o Mat, de uma forma totalmente aleatória. Pode parecer estanho, mas na nossa primeira conversa eu já propus a ele para entrar na equipe e ajudar na tradução, o Mat que—gostava muito de Rewrite e não pensou duas vezes, fez o teste no dia seguinte e entrou. Rapidamente encaminhei a rota Lua para ele terminar, algo que ele não demorou muito para fazer. As coisas estavam boas e estáveis a esse ponto, restava terminar o que faltava e refinar o que já estava pronto.
Foi em agosto— No dia 28 de agosto, com ajuda de todas as pessoas citadas acima—nós terminamos a tradução de Rewrite. O Titanic finalmente estava pronto para navegar, restava apenas refiná-lo e o deixar confortável para todos os tripulantes que iriam abordar esse novo mundo.”

Ao som da porta se abrindo—vocês são interrompidos. Seus olhos agora direcionados à porta; assiste várias pessoas entrar na sala. O primeiro a entrar é o Seiya, seguido pelo Odnan, logo atrás o Mat e o LM. Eles entram, acenam com a cabeça como se estivessem dizendo “Opa, e aí?” e vão em direção a mesa cheia de bebidas. Após pequenas conversas e grunhidos entre eles, cada um pega sua bebida e vão em direção aos sofás. o Mat se senta próximo a você, e começa a abrir a bebida que está segurando, o Odnan se senta ao seu oposto, o LM no canto à direita, e o Seiya no canto à esquerda—próximo ao Yuu no centro.

Após alguns segundos seguidos pelos barulhos do gás preso dentro das garrafas, o Mat é o primeiro a falar—

Heyo, sou o newbie onde a vida não consegue ser tranquila! É incrível poder ver Rewrite em português e ter feito parte disso! E queria dizer um pouco sobre a história que me levou até aqui.
A vida é feita de coincidências, acho que essa é a mais pura verdade. Encontrei com o Yuu por pura sorte e falei com ele por um motivo bem bobo. Eu estava lá no GBATemp e um dia vi um status dizendo “Is that so?” e logo me perguntei se era uma referência a Touhou, e como eu sou curioso, resolvi perguntar para o dono do status, e advinha? Era mesmo! E ele reconheceu a minha foto de perfil, a mesma que uso novamente nos sites em que frequento (Para os curiosos, é esta AQUI) como o Kotarou. Tivemos uma conversa non-sense até que eu perguntei sobre a tradução uma hora e ele perguntou se eu queria ajudar. Depois de um tempo pensando, eu aceitei a oferta e fiz os 3 testes necessários. Inclusive aconteceu algo engraçado na parte do teste, mas isso fica pra depois! (Tenho que evitar falar muito, é uma comemoração afinal, todos querem falar algo!)
No início, eu resolvi traduzir Rewrite pelo meus amigos, para que eles pudessem jogar uma das melhores histórias que eu já li, mas com o passar do tempo, as coisas foram mudando, certas verdades foram expostas e não tenho ninguém mais próximo que vá jogar, inclusive a maioria me chamou de idiota por dedicar meu tempo livre fazendo tradução de graça! No fim, minha motivação passou a ser “fazer algo legal para que todos possam aproveitar”. Além disso, eu queria colocar minhas habilidades com o Inglês em prática e ver se tinha como melhorar, e sim, tinha como melhorar, e assim, acabei passando a apreciar mais o trabalho de tradutores profissionais, os caras realmente merecem serem aplaudidos, pois é algo cansativo e longo.
Foi uma longa jornada pra mim, e olhe que eu entrei no final praticamente. Queria ter sido um pouco melhor em alguns aspectos e ter entrado mais cedo, eu não pude fazer muito e fui lento, e espero continuar melhorando com o tempo. Acho que uma das melhores partes de ter feito parte desse projeto foi conhecer o pessoal que faz parte da Meow Works e aqueles que ajudaram, o pessoal foi bem legal e me ajudaram com algumas coisas ao decorrer do tempo, valeu pessoal. :v
Well, tenho que parar por aqui, esse é um breve resumo da minha experiência, Rewrite teve um grande impacto em mim e espero que tenha o mesmo impacto em vocês. Para aqueles que esperaram por tanto tempo, espero que gostem e divirtam-se. E não se esqueçam do monólogo inicial do Kotarou! É uma das minhas partes favoritas! “(…farei tudo novamente.) – (E vou fazer melhor desta vez…)”Mat
E então o LM:
Conheci Rewrite por acaso, quando eu estava procurando por animes da Key que ainda não tinha visto, e acabei achando a abertura da rota Lua no youtube. Eu fiquei tão viciado na música do vídeo que não consegui resistir à curiosidade e fui atrás da Visual Novel, já que em 2014 o anime nem tinha sido anunciado. A verdade é que eu gostei tanto, mas tanto, que fiz questão de completá-la 100%. Não é exagero nenhum dizer que Rewrite mudou a minha vida, porque até então eu não ligava para a história dos jogos de videogame (por mais que Rewrite não seja exatamente um jogo).
Naquela época o projeto de tradução de Rewrite para PT-BR já existia, mas ainda estava nos primeiros dias da rota comum. Daí pensei comigo mesmo: “Quer saber? Se você quer uma coisa feita, e ela ainda não existe, faça você mesmo”. Essa foi a minha motivação para entrar na equipe de tradução. Queria que os brasileiros conhecessem essa obra fantástica o quanto antes. E assim o fiz. Traduzi a rota da Lucia, da Chihaya e da Terra, além de algumas missões do final da rota comum. E digo logo, para mim a Lucia é a best girl. Vocês que conheceram Rewrite através do anime podem até concordar comigo, mas sei que muitos vão mudar de opinião depois que terminarem a rota da Shizuru, que sinceramente, também é fantástica.
Para finalizar, eu só tenho uma coisa muito importante para dizer a você: NÃO ABANDONE REWRITE DEPOIS DE TERMINAR APENAS UMA ROTA. Sério, ler apenas uma rota só vai te mostrar a ponta do iceberg de Rewrite: você acha que entendeu tudo, mas na verdade o buraco é muito mais embaixo e você nem faz ideia. E pensar que quase cometi esse erro grave na época, se não fosse pelo botão de pular o texto já lido automaticamente… Se para alguém que nunca leu uma VN na vida conseguiu terminá-la 100%, e ainda em inglês, eu sei que você consegue fazer o mesmo no seu próprio idioma. Sabemos que o anime de Rewrite é uma adaptação apressada e de baixo orçamento, que infelizmente não representa nem metade da grandiosidade do material original. Em outras palavras, se você viu o anime ou uma parte dele e ainda assim gostou, é porque você vai achar a VN inacreditável de tão foda que ela é. Pode confiar em mim, vai.
Um forte abraço, e fique na paz!LM
Um tempinho depois, ao tomar um gole de sua bebida, o Seiya prossegue:
Olá Rewriter!
Agradeço a todos que nos esperaram ansiosamente pelo nosso trabalho, e vou te dizer, foi um caminho duro. Mas no fim todo esforço bem planejado (obrigado gerente Yuu) gera seus resultados!
Aprendi muito nesses dois anos como revisor, e também amei trabalhar com essa equipe. Todos têm mente aberta, e ouve diversas críticas construtivas entre todos durante todo o decorrer da tradução, e nunca me senti insatisfeito.
Espero que você goste do nosso trabalho, e como parte de qualquer fanbase, não deixe de fazer seus waifu wars com as nossas heroínas!Seiya
Por último e com um grande suspiro, o Odnan:
Dois anos… dois anos que aparentemente passaram tão rápido, e ao mesmo tempo, duraram uma eternidade. Tantas coisas aconteceram desde que eu decidi entrar para o grupo… Sei lá. Só me resta um vazio. Parece que não caiu a ficha para mim ainda, de que tantas horas de traduções, conversas sobre termos e papo furado chegaram ao fim. Não que o grupo tenha acabado, mas a sensação de novidade que sentia era algo único. Trabalhar em Rewrite realmente mudou os rumos da minha vida.Odnan
Após momentos de silêncio, sua atenção retorna ao membro no centro da sala.
— Pequeno Reescritor, antes que você vá, eu gostaria de agradecer a todos que participaram e fizeram possível esse projeto. Obrigado, vocês são demais!

Ao olhar no relógio você percebe que já está tarde, que já está na hora. Você então se levanta, se despede e caminha até a porta quando—

— Nós lhe demos uma possibilidade, mostramos que é possível trazer trabalhos desse tamanho para o nosso idioma. Pense em retribuir isso um dia para comunidade, dessa forma Rewrite não será o último, mas o primeiro de muitos. Só não será possível se você não quiser.

Agora vá, divirta-se!